quinta-feira, setembro 01, 2016

Resenha: O árabe do futuro 2

. .


Sinopse: Segundo volume da premiada trilogia O árabe do futuro, que narra a infância nada comum do quadrinista Riad Sattouf no Oriente Médio. No primeiro volume (1978-1984), o pequeno Riad, filho de pai sírio e mãe bretã, passou os primeiros anos de sua vida dividido entre a Líbia, a Bretanha e a Síria. Nesta sequência, ele narra os choques de seu primeiro ano como aluno de uma escola síria, onde enfim aprende a ler e escrever em árabe enquanto enfrenta um ambiente rígido e violento. Ele também conhece mais a fundo a família paterna e, apesar dos cabelos louros e das semanas de férias na França com a mãe, faz todo o possível para se tornar um verdadeiro sírio e encher o pai de orgulho.

Este é o segundo livro da trilogia O árabe do futuro, escrito por Riad Sattouf. 

Desta vez a história é ambientada quase inteira na Síria, passando por um breve capítulo na França. Com isto podemos conhecer um pouco mais deste país durante a ditadura de Hafez al-Assad, que não é muito diferente da realidade de outros países que também já passaram por uma ditadura. A necessidade de recorrer ao mercado clandestino para conseguir objetos importados básicos, como um fogão, a diferença de classes sociais e a doutrina rígida das escolas são apenas algumas das questões abordadas aqui.

Temos um papel bem interessante da mãe de Riad pois, por ter sido criada na França - um país mais moderno - e ter um bom nível de educação, ela constantemente demonstra o seu descontentamento com situações que os cidadãos da cidade consideram comuns. O papel da mulher submissa na Síria e a violência decorrente do machismo que incorre disso a incomoda - e certamente incomoda o leitor também.
O pai de Riad continua com um papel quase dúbio. Ao mesmo tempo em que tenta ajudar a mulher e se diz contra algumas questões, em outras muda completamente o seu jeito para ser amigo de grandes "figuras" da cidade. Já mais ao final do livro ele começa a demonstrar um pouco de medo pelas situações em que se coloca. Pode ser apenas impressão minha, mas estou achando que seu futuro não será dos melhores.

Aqui Riad inicia sua vida escolar, em um colégio mais preocupado em ensinar o hino sírio e repreender fisicamente os alunos do que realmente ensinar alguma matéria. Mesmo esta história seguindo exatamente de onde o primeiro livro parou, Riad está mais observador e começa a questionar algumas coisas que vê acontecer ao seu redor. Me entristece quando ele começa a negar que é judeu para não apanhar no colégio, e demostra como uma sociedade assim acaba sendo formada.

Já havia recomendado a leitura desta trilogia HQ quando li o primeiro livro e agora apenas reforço. Senti a maioria dos personagens mais críveis e menos caricatos, com exceção de alguns secundários como a mulher do general Hassan, o que me deixou mais interessada na trama. Espero que o último HQ traga uma conclusão interessante para a história.
4/5 - Adorei!
Mais informações:
O árabe do futuro 2: uma juventude no Oriente Médio (1984 - 1985)
Título original: L'arabe du futur
Autor: Riad Sattouf
Editora: Intrínseca (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 160
Links: Skoob | Goodreads 

0 comentários:

Postar um comentário