quarta-feira, maio 18, 2016

Resenha: P.S.: Ainda amo você

. .



SinopseLara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.
"Ele me puxa para perto e me abraça por trás como se fosse um abrigo. Apoio a cabeça no ombro dele e os braços nos joelhos. É gostoso. É aconchegante. Só ele e eu, só por um tempo, longe do resto do mundo." (pág. 155)
"P.S.: Ainda amo você" é o segundo livro da duologia trilogia* "Para todos os garotos que já amei", escrita por Jenny Han. Esta resenha contém spoilers do primeiro livro da série.

* A autora comentou neste vídeo que irá lançar um terceiro livro da série, com previsão para 2017!

Depois de ter adorado o romance jovem e bonitinho de Para todos os garotos que já amei, estava bem ansiosa e cheia de expectativas para a leitura desta continuação. 

A receita que deu certo no primeiro livro - o romance de Lara Jean e Peter - aqui não se torna o foco principal, e é isso que decepciona. Após a conclusão da história no livro anterior, Lara resolve ir atrás de Peter e pedir desculpas por suas atitudes. Por esse motivo já acho que começa mal, visto que quem deveria pedir desculpas na minha opinião era ele

Mas mais do que isso, ao invés de se tornar um romance bonitinho, Lara se torna uma personagem sem força, que sente ciúmes (em vários momentos com razão) mas não faz nada. Muitas das ações da menina parecem ser com medo de perder o "maravilhoso" Peter e esse tipo de romance meio submisso sempre me incomoda bastante.

E Peter, que apesar de ter me dado nos nervos em algumas situações, era um personagem apaixonante no primeiro livro, aqui tem ainda mais situações onde o leitor tem mais vontade de separar o casal do que juntar. Como diz a sinopse, um "garoto do passado" aparece (acho que todo mundo que leu imagina quem é), e eu torci muito mais para ela ficar com ele do que com Peter! 

Continua sendo um romance jovem, porém aqui outras questões como amizade, o laço entre as irmãs (em especial entre Lara e Kitty, a mais nova), o passado de Lara e Genevieve e a tentativa de arranjar uma namorada para o pai ganham uma atenção maior. Não tem o charme do primeiro livro mas, apesar das críticas, está longe de ser ruim. A autora tem um perfil para a leitura leve e isso continua forte aqui. 
"Fico me sentindo culpada por não ter feito isso antes, porque foi preciso um mínimo esforço da minha parte para fazê-lo feliz. Percebo agora que são as pequenas coisas, os pequenos esforços, que mantêm um relacionamento." (pág. 176)
Não acho que o livro tenha acrescentado muito à história, e o primeiro funciona muito bem sozinho. Neste Lara Jean já percebe que dificilmente as pessoas ficam com o primeiro namorado de suas vidas, então talvez fosse interessante ver ela deixando Peter para trás e entrando em um relacionamento realmente mais maduro, o que espero que aconteça no terceiro livro que a autora recentemente falou que iria publicar. Pois é, mais uma série que o autor resolve estender além do planejado! Enfim, é um livro bonitinho, que agradou pela leitura, mas que está longe de ser apaixonante como o primeiro.
3/5 - Gostei
Mais informações:
P.S.: Ainda amo você
Título original: P.S.: I still love you
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 304
Links: Skoob | Goodreads 

0 comentários:

Postar um comentário