quinta-feira, fevereiro 04, 2016

Resenha: O lírio dourado (Bloodlines #2)

. .




Sinopse: Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. 
Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?

O lírio dourado é o segundo livro da série Bloodlines, da autora Richelle Mead. A série é um spin-off de Academia de Vampiros.

Depois de ter me surpreendido com a autora no primeiro livro, Laços de Sangue, estava bem ansiosa por esta continuação. Novamente encontrei um livro jovem, cheio de intrigas e com algumas questões um pouco óbvias mas tudo escrito de forma fluida, o que me fez devorar o livro novamente.
"A maioria das pessoas teria medo de ser levada a um abrigo subterrâneo numa noite de tempestade. Mas não eu.
Tudo que eu pudesse explicar e definir de maneira objetiva não me intimidava." (primeiras linhas, pág. 7)
Desta vez já estava mais habituada ao mundo criado por Richelle, então algumas dificuldades enfrentadas na leitura do primeiro livro não apareceram aqui. As referências à Academia de Vampiros foram bem reduzidas e já não senti tanta falta de não ter lido a série principal. Contudo acabei deixando um espaço muito grande de tempo entre o primeiro livro e o segundo (mais de dois anos!), o que não aconselho a vocês pois sempre esquecemos alguns detalhes importantes.

Neste livro o início de romance entre Sidney e Adrian começa a se desenrolar e tem um foco bem grande. Além disso a personagem principal começa a questionar suas crenças e a visão dos alquimistas sobre o mundo, coisas que são fruto do seu amadurecimento e dos acontecimentos que se desenrolam aqui.

Porém, sendo uma garota razoavelmente esperta e não mais uma criança, era meio difícil de acreditar nas passagens em que Adrian dava sinais de que estava gostando de Sidney e a garota não percebia - e ainda questionava como Jill não via que Eddie gostava dela. A autora coloca isso como um "defeito" da personagem, que não sabe identificar sentimentos, porém as vezes a suposta inocência dela passava dos limites. Jill, que é mais nova, se mostrou muito mais madura que Sidney uma série de vezes, e provavelmente é a personagem mais forte da história.

Mesmos com os clichês de paixão proibida, triângulo amoroso, namoro sem paixão, e coisas do gênero, é difícil largar este livro. A escrita da autora simplesmente flui, as cenas e os personagens são descritos de forma com que o leitor se sinta junto nas cenas. Assim como no primeiro livro, a ação aparece mais na metade final, e quando chega vem arrebentando a porta (quase literalmente...). 

Acho a capa desse livro linda, possivelmente a mais bonita da série. Apesar de seguirem o mesmo padrão, o dourado deixou um toque lindo no livro. Uma pena não terem marcadores deste e dos livros seguintes, até hoje só vi - e tenho - o de Laços de Sangue. 
"Um curto momento de paz em meio à escuridão do desespero. Era aquilo que eu queria e era aquilo que tinha conseguido. Tinha valido a pena? Esfreguei as pontas dos dedos umas nas outras, ainda sentindo aquele calor.
Sim, concluí. Tinha valido a pena." (pág. 164)
É uma série que recomendo e pelo que vi das avaliações dos livros posteriores, continua muito boa. Façam como eu e tirem seus preconceitos pelos vampiros, romances jovens, pela autora, e entrem nesse mundo. É viciante!
Muito bom!
Mais informações:
O lírio dourado (Bloodlines #2)
Título original: The golden lily
Autora: Richelle Mead
Editora: Seguinte (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 424
Links: Skoob | Goodreads 
Série: Bloodlines
#1. Laços de Sangue
#2. O Lírio Dourado
#3. O Feitiço Azul
#4. Coração Ardente
#5. Sombras Prateadas
#6. O Círculo Rubi

0 comentários:

Postar um comentário