quinta-feira, setembro 24, 2015

Resenha: Nós

. .


Douglas e Connie são um casal próximo da meia-idade. Eles moram no subúrbio de Londres e estão prestes a embarcar em uma excursão de um mês pela Europa com o seu filho adolescente Albie, que acabou de ser aprovado na faculdade de fotografia. Um pouco antes da viagem, Connie acorda o marido durante a madrugada avisando que está pensando em se divorciar. Eles decidem manter a viagem mesmo assim, e Douglas vê isso como uma oportunidade para reconquistar a mulher e manter a sua família unida.
"... na ocasião, eu teria gostado até mesmo de uma lista de compras, desde que fosse a lista de compras dela." (pág. 85)
Ainda não havia lido nenhum livro do David Nicholls, apesar de ter visto o filme de Um dia e gostado muito. O que posso dizer é que é um romance bem realista, do dia-a-dia. A história é contada por Douglas misturando capítulos dos dias atuais com o passado, apresentando como se conheceram e alguns dos acontecimentos pelos quais já passaram.

Douglas não é um protagonista pelo qual a gente vá se apaixonar ou sentir pena. Assim como Connie, vemos bem os seus defeitos e não é incomum se irritar com os personagens. Nem vou entrar no mérito de Albie, que é um adolescente bem revoltado (as vezes com razão e as vezes sem, como um... adolescente). A dificuldade do relacionamento entre Albie e Douglas também é muito abordada no livro, bem como a proximidade do garoto com a mãe. 

Desde o início fica difícil entender porque Douglas e Connie estão há tanto tempo casados, pois tem personalidades e modos de ver a vida muito diferentes. Connie era aquela adolescente meio doida, com amigos alternativos e querendo viver no limite. Douglas é uma pessoa centrada, discreta e que valoriza aquilo que é estável. Um encontra no outro aquilo que inicialmente precisam, mas o tempo passa e essa essência pessoal não muda - e o que era bom por ser novidade muitas vezes se torna um fardo com a convivência.
Capa brasileira / capa original
"... a ideia de viver sem ela me era impensável, inimaginável, no verdadeiro sentido da palavra. Eu não poderia imaginar um futuro sem ela ao meu lado e acreditava apaixonadamente que poderíamos e seríamos mais felizes juntos do que separados." (pág. 363)
Foi um livro que gostei bastante, mas é daqueles para dar um pouco de realidade que muitas vezes não é mostrada nos romances. Ok, o cara certinho se apaixona pela jovem impulsiva (quantas vezes vocês já não viram isso em filmes?) mas e depois? Como duas pessoas tão diferentes vão conseguir passar pelo dia-a-dia e pelo trabalho que é educar um filho, se tem visões tão distintas? E são esses problemas e como um casal pode reagir a eles que o autor nos apresenta, inclusive com a enorme diferença de entendimento sobre como realmente anda o relacionamento - afinal, um quer se separar e o outro acha que está tudo bem!

Gostei muito do livro e recomendo. De quebra ainda passeamos um pouco por Paris, Amstedã, Barcelona, Veneza e outras cidades europeias durante a história, o que definitivamente não é ruim. É um livro que considero para levar como reflexão, entender um pouco os relacionamentos e ver que nem tudo são flores ou preto-e-branco. Ao mesmo tempo é uma leitura leve e fácil, com uns toques humor quando necessário. Espero conhecer outros livros do autor em breve!
4/5 - Muito bom!
Mais informações:
Nós
Título original: Us
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 384
Links: Skoob | Goodreads 

4 comentários:

  1. Eu tbm ainda nao li nenhum livro desse autor, tenho aqui o livro Um dia, mas nao li e nem cheguei a ver o filme... Mas se todos os livros dele forem assim como este parece ser muito bom né, eu achei muito interessante o livro parecer com o dia a dia, como vc disse um livro pra refletir. Claro que já quero ler e de quebra dar um "passeio" pela Europa...hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Já tinha lido o livro Um Dia do autor e gostei bastante do jeito que ele escreve. E esse livro está entre os que desejo ler em breve.
    Por se tratar de uma história diferente das muitas que vemos por aí,já aguça a curiosidade. Para começar é um casal chegando a meia idade,totalmente diferentes ... E por experiência própria,sei como é difícil a vida a dois com pessoas com personalidade bem diferente da nossa...
    Assim que der vou ler esse livro. :)

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler algum livro do autor. Gosto muito de livros que tenham alguma realidade e o autor escreveu um clichê e o desenvolveu, mostrando como seria depois daquilo, o que não é nada perfeito. Espero ler o livro logo!

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Eu já li Um dia e também achei um bom livro mesmo odiando o Dexter.E é bom ver que o autor trouxe bastante realidade pra esse romance e não só aquele amor incondicional de que tudo vai dar certo.A leitura de Um dia foi um tanto parada pra mim,comecei a ler e só terminei 3 meses depois,espero que não aconteça o mesmo com esse livro.E adorei a capa.

    ResponderExcluir