quarta-feira, setembro 02, 2015

Resenha: Colega de quarto

. .


(imagem provisória pois estou de férias :o) )
Eric Schatz está certo de que existe mais alguém morando em seu apartamento. Já à beira da loucura, resolve procurar um detetive particular para ajudar no caso, Conrado Bardelli. Na madrugada desse mesmo dia ele liga desesperado para o detetive, com a certeza de que tem mais alguém com ele. Após a ligação ser encerrada de forma abrupta, Eric despenca da janela de seu apartamento. 
"Eric queria muito contar a verdade para ele. Na verdade, era a única coisa que o levou até aquela mesa de bar. Estavam os dois sozinhos, abastecidos de cerveja, já no nível em que se fala sem pensar - a oportunidade perfeita. Mas a mesma dificuldade de antes o impedia de verbalizar." (primeiro parágrafo, pág. 8)
A história é bem movimentada, cheia de reviravoltas e investigação do início ao fim - itens que gosto bastante! É uma leitura fluida e que prende a atenção, e o desenvolvimento dado para o caso foi bem interessante. Temos uma série de personagens mas é fácil entender a relação de cada um com o personagem principal, não ficamos perdidos no meio de todos. Alguns são um pouco caricatos, e senti um pouco de preconceito do personagem principal aos ricos. Eric é constantemente descrito como um jovem rico e mimado por Conrado, quando este só o conheceu por uma noite em que o personagem estava claramente fora de si. Depois alguns depoimentos corroboraram com a visão, mas achei o estereótipo e o preconceito do advogado (o cara "bom e justo"), um pouco forçados.

O autor utiliza três nomes diferentes para citar o advogado (Conrado, Bardelli e Lyra, seu apelido) e isso me incomodou um pouco. Parece que foi uma técnica utilizada para não ficar repetindo sempre o mesmo, mas existem formas de se fazer referência sem que o nome precise ser citado todas as vezes. Seria diferente se o apelido, por exemplo, fosse usado apenas por outros personagens e não por uma narração do autor. Inicialmente também estranhei a divisão dos capítulos, pois muitas vezes passamos para o próximo capítulo mas continuamos exatamente na mesma cena - não entendi porque não deixar tudo em apenas um. De qualquer forma, isso faz com que os capítulos sejam curtos o que também colabora para uma sensação de leitura mais rápida. 
"Nenhuma das testemunhas até agora apontara o rapaz como um desequilibrado ou alguém capaz de tomar decisões extremas de uma hora para outra - portanto, alguém pouco propício ao suicídio repentino." (pág. 66)
É o primeiro livro da editora que leio, e não sei se todos são assim, mas as páginas são bem grossas! Foi algo que imediatamente me chamou atenção no início da leitura. A edição está bem boa, e não encontrei problemas de revisão. As páginas iniciais e as que dividem as três partes do livro (Loucura, Turvo e Lucidez) são pretas com algumas manchas brancas, o que deu um efeito interessante. Uma pena que não tenho como publicar as fotos agora.

Li esse livro durante uma viagem, e normalmente isso é algo que me atrapalha pois não consigo ter o foco que gostaria e acabo me perdendo em alguns fatos. Mas isso não aconteceu aqui. O autor consegue deixar tudo claro e, como falei antes, tem personagens fáceis de serem decorados. Também gosto bastante de livros de investigação e esse me deixou no suspense até o fim, é realmente um quebra-cabeça! Esse é o primeiro livro do autor e uma das apostas da editora, e não poderia ter sido mais acertado pois é muito bem elaborado e não vai decepcionar quem gosta do gênero.
4/5 - Muito bom!
Mais informações:
Colega de quarto
Título original: Colega de quarto
Autor: Victor Bonini
Editora: Faro Editorial (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 280
Links: Skoob | Goodreads

5 comentários:

  1. Oi Tami
    Estou louca para ler este livro. Amo suspense e toda uma trama investigativa.
    Gostei de ver que o livro te prendeu tanto, só me deixou mais curiosa.
    Haja dinheiro para tanta vontade de ler...rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha... adoro esse tipo de livro, é um dos meus estilos preferidos, suspense...rsrs
    Adoro livros cheio de reviravoltas, misterios, enfim nem preciso dizer que quero demais ler esse livro né.
    Já está na minha lista aqui!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e fiquei super interessada. Amo livros policiais e de suspense, e esse parece ter muito disso. Além de também ter muitas reviravoltas e ainda a escrita do autor, pelo que você falou parece fluir bem! Com certeza vou ler.

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Eu já li outros livros da Editora e as páginas são bem grossas mesmo,e eu vi algumas fotos e achei lindo os detalhes da capa.Eu me interessei por esse livro logo que vi seu book trailer e é bom saber que eu não vou me decepcionar com ele.Eu só não entendo esse lance de os capítulos acabarem mas o próximo continuar na mesma cena,já li vários livros assim e isso me dá uma irritada também.ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá,assim como você adoro livros investigativos e que nos deixam ansiosos para chegar ao final e descobrir todos os mistérios da trama.
    Estou aqui cheia de vontade de adquirir o livro e descobrir se o personagem é louco ou realmente tem alguém morando em seu apartamento.

    ResponderExcluir