quarta-feira, abril 08, 2015

Resenha: Enfeitiçadas

. .


Cate, Maura e Tess são três irmãs bruxas que perderam a mãe muito cedo. Com o pai viajando muito, e como prometido à mãe, Cate toma para si a obrigação de cuidar das menores e ajudá-las a esconder sua magia, afinal toda pessoa que é pega com indícios de bruxaria é internada em um hospício ou condenada à morte pela Fraternidade. Com quase 17 anos Cate também será obrigada a passar pela decisão que todas as meninas nesta idade são obrigadas a fazer: se casar ou se juntar à Irmandade (parte feminina da Fraternidade). Contudo a menina praticamente não possui pretendentes, resultado da forma reservada que ela escolheu viver para proteger as irmãs, e ir para a Irmandade significa deixar as irmãs sozinhas. Além de tudo, Cate encontra o diário de sua mãe onde ela relata uma profecia que provavelmente diz respeito a ela e as irmãs, e tem que cuidar para que a nova governanta da casa não descubra seus segredos.
"Nossa mãe também era bruxa, mas ela sabia esconder melhor do que eu.
Sinto saudade dela.
Nem um único dia se passa sem que eu deseje sua orientação. Principalmente em relação às minhas irmãs." (primeiras linhas, pág. 7)
Ufa! É tanta informação nesse primeiro livro da trilogia que tive dificuldade até para resumir a sinopse. Achei uma história bem interessante. Temos um pouco do suspense da profecia, mas o livro gira basicamente em torno de Cate e sua decisão a ser tomada, casamento ou Irmandade. As três tem personalidades bem distintas, sendo Cate a responsável, Maura a mais impulsiva e revoltada e Tess praticamente uma criança, com pouca noção do perigo que enfrentam. A Maura é a típica adolescente briguenta, as vezes dá uma raiva das atitudes da personagem que é difícil de aguentar.

Gostei bastante dos romances (um triângulo amoroso, pra variar) porque os dois me pareceram caras legais para Cate. A única coisa que me incomodou sobre ela é o fato de ficar repetindo que tem uma decisão a ser tomada em poucas semanas e que não sabe o que fazer. Uma ou duas vezes já basta, não precisa falar disso capítulo sim, capítulo não. Enfim, tirando isso realmente adorei o livro! Romance, magia, um pouquinho de suspense... uma história leve, fluida e com uma linguagem tranquila, aquele tipo de livro que gosto bastante ler.
Capa brasileira / Capa original
A capa brasileira é igual à original, e acho ela linda! A imagem, o modo meio desfocado, o estilo das letras, tudo! Aliás a capa brasileira do segundo livro também é muito bonita. A diagramação interna no geral é simples mas no início de cada capítulo temos uma página mais trabalhada que ficou bem legal. Não encontrei problemas de revisão.
"A Mãe não confiou no Pai para lutar por nós. Para dizer a verdade, ela mesma não fez um trabalho muito bom nesse sentido. Ela me deixou com um diário cheio de alertas enigmáticos e uma responsabilidade que devia ter sido dela." (pág. 76)
Para quem procura um livro com um pouco de magia, romance e uma história que prenda, certamente vai gostar deste. Sendo o primeiro da trilogia, muitas coisas ficam sem resposta e a história termina deixando o leitor ansioso pela continuação, mesmo tendo o primeiro capítulo do segundo livro no final deste. Gostei bastante e recomendo.
4/5 - Muito bom!
Mais informações:
Enfeitiçadas
Título original: Born wicked
Autora: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 272
Links: Skoob | Goodreads
Série: As crônicas das irmãs bruxas
#1. Enfeitiçadas
#2. Amaldiçoadas
#3. Predestinadas (ainda não lançado no Brasil)

4 comentários:

  1. Oi Tami, tudo bem? Gostei bastante da resenha e achei a premissa do livro interessante. Gosto muito de histórias de bruxas e a Cate parece uma personagem que teve que tomar muitas responsabilidades desde cedo e gostei do fato dela se preocupar tanto com as irmãs e querer o melhor para elas.

    O que realmente me incomoda é o triângulo amoroso, to meio que fugindo de livros que tem. E o que você disse da Cate ficar falando direto sobre a decisão que ela terá que tomar com certeza vai me incomodar. Detesto quando o personagem fica sempre batendo na mesma tecla.

    Apesar disso, eu me interessei pela história e fiquei bem curiosa sobre a profecia e a decisão da Cate. Essa capa é realmente muito bonita. Quando tiver a oportunidade vou tentar ler esse livro e ver o que eu acho.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tami!
    Nunca tinha me interessado em ler essa série. Mas a sua resenha me conquistou e também adoro histórias envolvendo bruxas e ainda com um toque de suspense! Tudo o que mais gosto em uma narrativa. Também acho bem cansativo quando o autor torna algum ponto repetitivo; é bem chatinho mesmo. A capa é muito linda e amei a diagramação. Esses detalhes no início de cada capítulo ficaram lindos. *-*

    ResponderExcluir
  3. Olá Tami!
    Já começo gostando do livro por envolver bruxas! Esconder a magia me parece ser difícil para as três irmãs e ser internada em um hospício não é nada agradável '-'. Gostei que tem um pouco de suspense e quero saber a decisão que Cate vai tomar. Provavelmente vai se casar, mas aí também tem uma decisão a ser tomada né, já que tem triângulo amoroso.
    Também achei a capa muito linda :D. Quero ler!
    Beijos, Ri e Chorei Li(v)ros

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Li esse livro faz um bom tempo e curti bastante, a personalidade da Maura me incomodou muito e o triângulo amoroso não soou ruim para mim. Antes dessa capa parecida com a nacional tinha uma que a garota da capa era totalmente a descrição da Cate!

    ResponderExcluir