sábado, março 07, 2015

Resenha: Caixa de pássaros

. .


Existe uma coisa nas ruas. Ninguém sabe o que é, mas todo mundo que o vê fica louco e se mata. No início são um ou dois casos porém logo é um problema no mundo inteiro. Hoje os sobreviventes são obrigados a viver trancados dentro de casa, com cobertores nas janelas e portas para que nenhuma luz externa entre. Sair de casa? Apenas com os olhos completamente vendados. Em um dia de neblina Malorie decide fugir com seus filhos, Garoto e Menina, seguindo rio abaixo e confiando apenas nos seus ouvidos e instintos. Mas fugir para onde, e do que?
"Malorie está na cozinha, pensando.
Tem as mãos úmidas. Treme. Bate o pé, nervosa, no piso de azulejos rachados. É cedo. O sol ainda deve estar surgindo no horizonte. Ela observa a luz parca clarear as pesadas cortinas pretas e pensa:
Isso foi a neblina." (primeiras linhas, pág. 7)
Posso dizer que fazia tempo que um livro não me deixava com medo. De querer fechar os olhos junto com os personagens para evitar que os seres pudessem sair das páginas e eu vê-los de alguma forma. É difícil descrever, mas foi algo que realmente mexeu comigo enquanto lia pois as cenas eram bem descritas e era como se pudéssemos sentir os medos dos personagens.

A história intercala o passado, quando os casos estranhos começam, com o hoje, com Malorie e as crianças fugindo. Existem cenas violentas descritas porém o que mais me deixou angustiada foram os momentos de tensão, em que algum personagem ia se arriscar ou sentia os monstros perto. É um terror bem psicológico mesmo. A linguagem é simples e as páginas te prendem.

Aliás, essa é a grande discussão do livro. Existem personagens que acreditam que esses seres só enlouquecem aqueles que não estão prontos para vê-los - e alguns até dizem que os viram e não enloqueceram. Mas como acreditar? Será que os seres nada mais são do que algo que simplesmente nosso cérebro não consegue processar, e por isso todos ficam loucos? Leiam, tirem suas conclusões e voltem aqui para discutir.

Os personagens são bem construídos. Malorie é uma pessoa bem comum, que inicialmente era cética em relação aos casos que apareciam, e isso contrasta muito com aquela mulher que conhecemos fugindo com medo. Aliás, o medo é tão maior do que tudo o que eles conhecem que seus filhos não chegam a ter nem nome, são chamados apenas de Garoto e Menina. 
Capa brasileira / capa original
A capa brasileira segue o mesmo modelo da original, que tem um desenho bem interessante. As páginas que marcam o início dos capítulos tem detalhes com o desenho de galhos de uma árvore seca. Não encontrei problemas de revisão. 
"Ela não consegue mexer as pernas. Não consegue correr para dentro. Algo tocou seu ombro e ela não sabe o que foi.
As vozes dos pássaros não soam mais de forma adorável. Parecem o que Tom quer que sejam.
Um alarme." (pág. 167)
Um ótimo livro para quem busca algo para tirar o sono. Cumpriu e superou as expectativas que eu tinha, estava receosa de que não desse nem um medinho. Poderia se transformar em um excelente filme de terror/suspense se encontrarem algum diretor que consiga passar esse clima de tensão dos personagens, já que nada poderia ser visto muito de fora. Enfim, recomendo bastante a leitura para quem gosta do gênero!
5/5 - Adorei!
Mais informações:
Caixa de pássaros
Título original: Bird box
Autor: Josh Malerman
Editora: Intrínseca (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 272
Links: Skoob | Goodreads 

6 comentários:

  1. Eu tinha visto algumas divulgações do livro mas não cheguei a procurar sinopse/tema do livro, vi agora e parece ser demais esse livro! O gênero não é o meu favorito, mas a leitura deve ser ótima.

    Beijão
    Blog: Dei um Jeito

    ResponderExcluir
  2. Tami, preciso ler esse livro! Sério, a cada resenha que eu leio, fico com mais vontade ainda de lê-lo. Uns disseram que não sentiram medo de tirar o sono outros dizem que sim. Resta eu ler e saber que sensação o livro vai me causar. O autor parece ter construído uma excelente narrativa que prende o leitor do início ao fim e ainda me deixou curiosa pra saber se será ou não revelado o que é isso que as pessoas vêem!

    ResponderExcluir
  3. Oi Tami,
    Desde que li a primeira resenha desse livro fiquei com muita vontade de ler. Mas, tenho problemas com terror...será que consigo lê-lo?
    Beijos,

    Ps. Estou seguindo seu blog, adorei seu cantinho :)

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. confesso que a principio não estava querendo ler o livro pois pensava que seria muito fantasioso, mas agora, a cada resenha que leio fico mais curiosa ainda...
    faz tempo que um livro não me deixa com medo também, e este parece ser vai me dar uns sustinhos hehe
    estou mega curiosa! *-*

    ResponderExcluir
  5. Quando vi esse livro, logo quando foi lançado, eu adorei a capa/título/sinopse. Sabe aquele tipo de livro que você vê de cara que vai amar? *-* haha é esse! Tô louca pra ler.
    Eu não tinha lido nenhuma resenha (para conter a minha ansiedade, rs) mas li essa e, parece ser maravilhoso!!! Tô mt mt mt mt curiosa :)
    Kissus

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não curto muito ler livros de terror, mas esse me deixou intrigada com o mistério sobre o que é visto pelas pessoas. Sua resenha me deixou bem curiosa, mas não sei se vou lê-lo. Tem horas que quero, tem outras que não. Ainda estou muito indecisa.

    ResponderExcluir