domingo, agosto 31, 2014

Viajando por aí: Ushuaia - Parque Nacional Terra do Fogo

. .



Continuando nossa viagem de Ushuaia, no segundo dia fomos conhecer o Parque Nacional Terra do Fogo (ou Tierra del Fuego). Fizemos um passeio com agência que durou meio dia, mas também é possível ir por conta e ficar bem mais tempo. Independente da forma escolhida, é um dos passeios imperdíveis a ser feito por quem visita a cidade.

O Parque é o mais austral do continente, possui 63 mil hectares e fica a cerca de 11 km de Ushuaia. Ele foi criado em 1960 e possui várias trilhas de todos os níveis para os visitantes, além do famoso Trem do Fim do Mundo.
Começamos o passeio com uma parada na bela Bahia Ensenada, um local lindo. Nunca me canso de lembrar das belezas naturais que Ushuaia possui. Como pegamos uma época já perto do verão conseguíamos ver um pouco de neve no topo dos morros mas sem nos atrapalhar. No inverno várias trilhas são impossíveis de serem feitas por causa do gelo.
Nesse pedaço existia também o Correio mais ao sul do mundo! Se soubesse antes teria separado uma cartinha para enviar de lá - se bem que ele não estava aberto a hora que passamos... 

Acabamos não fazendo quase nenhuma trilha, porém para quem vai por conta é possível fazer várias. Todas pareciam muito bem sinalizadas e - as que vimos - tranquilas de serem feitas. Se voltar um dia, pretendo fazer alguma para conhecer o parque com mais calma e vendo mais detalhes. Para os mais aventureiros, também é possível acampar no parque. Vimos alguns corajosos acampando por lá, mesmo com o frio que estava. 

Este da foto abaixo é o lago Acigami. Lembro que encostamos na água e ela estava gelada! Aquele gelo de doer a mão sabem? Também não é para menos, considerando que muito do degelo dos morros vem para esses locais.
Lembro que mais ou menos por esse momento iniciou uma chuvinha fina, apenas para ajudar a gelar mais o tempo. Chuva e vento na parte mais ao sul da América, conseguem imaginar que gostoso? Paramos um pouco em um pequeno restaurante que existe no parque e conseguimos nos esquentar com um chocolate quente. Abaixo tem um mapinha com algumas das trilhas para vocês terem uma visão geral do local.

A trilha da Castorera é bem simples, contudo me marcou muito por causa de sua história. Em 1946 foram trazidos 25 casais de castores para o local com o intuito de venderem a pele do animal, que era muito valorizada na época. Porém por não terem predadores naturais na região os castores se reproduziram de forma descontrolada e até hoje são uma praga. No caminho podemos ver várias imagens de árvores secas e diques nos rios, como na foto abaixo, tudo devido as castoreiras criadas pelos bichinhos. Apenas mais uma prova de que o humano não deveria se intrometer na natureza. 

Existe uma parte bem ao sul do parque onde paramos um pouco para observar a paisagem novamente. Para um lado vemos os morros que fazem fronteira com o Chile, para a frente temos a Antártida e ao lado é o caminho para Ushuaia. 

O marido gravou um videozinho na época mostrando o local e apontando as fronteiras. Ficou bem curtinho e bem amador, mas serve pela curiosidade. Atentem também para o barulho do vento!

Não andamos no Trem, que apesar de interessante vimos muitos comentários dizendo que era caro para o trajeto que fazia - e que poderia tranquilamente ser feito de carro ou a pé. Só me arrependo de não termos ao menos uma foto com ele. É o mesmo trem que carregava os presos em Ushuaia, mas falaremos mais sobre isso quando contarmos sobre o presídio!

Apenas para encerrar, uma fotinho sobre o local em que estávamos. O parque fica ao final da "Ruta 3", uma estrada que corta Argentina de Buenos Aires até Ushuaia. Sempre que vejo no mapa me surpreendo o quanto ao sul estávamos! 

Em breve continuamos com o relato dessa viagem. Espero que estejam gostando!

Veja também:

6 comentários:

  1. Nuss que lugar mais lindo é esse :O
    *-*

    ResponderExcluir
  2. Que lugar(es) lindo(s), Tami!
    Huuum, um chocolate quente no frio é uma delícia, né? rsrs
    Bjs <3

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu era menor, peguei um livro de geografia e, no mapa da América do Sul vi essa parte da Argentina/Chile (antes eu achava que era só do Chilie) chamada Terra do Fogo, imaginei logo um cenário "Era do Gelo", uahahahah xD E LOGO DE CARA FIQUEI COM VONTADE DE CONHECER \o/ Acabei pesquisando sobre, e acho que esse foi uns dos fatos que me fez ficar com mais vontade de conhecer os países vizinhos do Brasil. Fico me imaginando viajando pra esses lugares gelados, do jeito que sou friorenta, com certeza vou congelar, hahaha.
      As fotos estão lindas, muito lindas mesmo! Adoro posts de viagens *-* Esse lugar é lindo mesmo, tô mais apaixonada aqui *u*

      Excluir
    2. Olha, se tu for no inverno vai ser uma cara de Era do Gelo mesmo! hehehe Mas indo na época que a gente foi não é muito pior que o inverno aqui do RS, era uma média de uns 10 graus mesmo...
      Também gosto bastante de posts de viagens, quero trazer mais para o blog :)

      Excluir