quarta-feira, agosto 06, 2014

Resenha: Desejos

. .


Uma capa bonita e uma boa sinopse chamam a atenção de qualquer um, e este livro tem estas duas qualidades. Porém após a leitura posso dizer que esperava uma história diferente, mais voltada para a magia e com foco na pessoa que iria escolher as meninas que precisavam dos desejos. Contudo acabei me deparando apenas com mais um romance jovem, sem muito destaque dos demais. 
"- Você deve ser Olivia.
Os sapatos dele entraram em foco primeiro: mocassins esponjosos com bordas elevadas e macias, solas grossas e funcionais. Para Olivia, eles lembravam cogumelos, não apenas pela cor - daquele tipo bege, borrachudo, que já vem cortado, geralmente guardado em caixinhas de plástico -, mas também porque pareciam facilmente ter sido feito a partir de alguma espécie de fungo." (primeiras linhas, pág. 9)
Olivia mudou de cidade com seus pais após a morte de sua irmã. Violet sempre havia sido o porto-seguro de Olivia, a pessoa mais interessante e que fazia amizades de forma fácil. Agora a menina precisa reaprender tudo na cidade nova, enfrentando a saudade da irmã e as brigas constantes dos pais. Porém um vestido mágico faz com que Violet volte como fantasma para ajudar Olivia. E ela ainda tem direito a mais dois desejos.

Até a parte final o livro não se difere muito de outros romances adolescentes. Problemas na escola, o cara bonitinho por quem ela se apaixona, algumas brigas... na verdade, a vida escolar de Olivia é bem mais tranquila do que muitos dramas por aí. Ao se encaminhar para o final história vai para o lado que eu gostaria que tivesse tomado desde o início: os pedidos de Olivia e suas consequências. Pena que deixaram tão para o fim.

Posey, a artesã que cria os vestidos mágicos, tem muito menos destaque do que deveria. Ela poderia ser usada contando história de outras meninas que ajudou, falando mais sobre o seu passado, sobre o impacto dos desejos, porém simplesmente aparece pouco na trama. Isso acontece com praticamente todos os personagens secundários, que aparecem na trama sem muito aprofundamento.
Capa brasileira / capa original
Gostei bastante da capa brasileira, que possui umas borboletinhas por toda a imagem (creio que consigam ver na foto lá do início do post). A capa original é, na minha opinião, bem estranha. Parece que falta alguma coisa embaixo, além da imagem ter cara daqueles livros baratinhos de banca. Não me passou uma boa impressão mesmo! Ainda bem que fizeram uma diferente. A diagramação é simples e infelizmente a revisão pecou um pouco. "agente" ao invés de "a gente" e "pergunto" ao invés de "perguntou" foram duas coisas me doeram um pouco os olhos. 

Escrito em terceira pessoa, achei difícil me conectar com os personagens. Acho que esse livro teria um impacto completamente diferente se tivesse sido escrito em primeira pessoa, e seria muito mais interessante pois o foco dele é justamente os sentimentos de Olivia. Da forma como foi feito, é complicado se sentir dentro da história.
"Era bom finalmente chorar. Agora que tinha falado tudo, que tinha colocado tudo para fora, até respirar parecia mais fácil." (pág. 290)
Enfim, Desejos não é um livro ruim porém poderia trazer uma história muito melhor desenvolvida do que a que foi apresentada. No fim das contas é uma leitura tranquila, que infelizmente não prende desde o início e longe de ser inesquecível. A autora tinha uma ótima ideia nas mãos contudo acabou desenvolvendo uma história sem muito aprofundamento. O livro ainda possui uma continuação independente (esta história não deixa pontas soltas) que, se aparecer por aqui, continuo curiosa para ler (estranho né?). Para quem gosta de leituras bem leves pode ser uma opção. 
2,5/5 - Entre "Regular" e "Bom"
Mais informações:
Desejos (Desejo #1)
Título original: Wish
Autora: Alexandra Bullen
Editora: Galera Record (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 381
Links: Skoob | Goodreads
Onde comprar: Saraiva | FNAC 
Série Desejo
#1. Desejos
#2. Wishful Thinking (ainda não lançado no Brasil)

7 comentários:

  1. Concordo que se a autora tinha uma ótima ideia nas mãos e estragou tudo com romances adolescentes bobos. Estava bem empolgada pra ler mas depois que soube que não tinha muito diferencial desanimei. :/
    A capa brasileira é realmente bem melhor.
    Ótima resenha! Bjs <333

    ResponderExcluir
  2. ai meu pai, não tinha reparado nas borboletas da capa! hahahaha
    acho a capa brasileira bem mais bonita... dificil isso acontecer né?! hehe
    estou muuuito curiosa para ler este livro. espero conseguir logo!! *-*

    ResponderExcluir
  3. Ai mds <3 Eu amo essa capa rs As duas capas são lindas *-* Mas a do brasil e mais linda! Quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Oiee
    Tenho esse livro mas até agora não tive a coragem de abri-lo,a capa chama muita atenção mesmo mas a história não me atraiu nenhum pouquinho e lendo sua resenha estou mais convicta disso.
    E esses erros de português,mesmo sendo poucos eu não os suporto;isso atrapalha demais minha leitura.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa que coisa hein, e eu achando que esse livro era super mega maravilhoso, mas pelo visto ele não tem nada de mais, nada que o diferencie dos outros né, gostei da sua resenha e gente essa capa é linda demais, porém me parece ser um bom livro para passar o tempo, por isso pretendo ler ele.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu realmente fiquei feliz de a editora ter mudado a capa, esse é mil vezes mais bonita que a iriginal. Sobre o livro, eu ainda quero ler mas depois de várias resenhas lidas confesso que não estou esperando muita coisa não...
    Beijos,
    Andréia - StarBooks

    ResponderExcluir
  7. Essa capa é muito linda *-*
    Ja li varias resenhas com opiniões divergente sobre o livro mais ainda não deixo de deseja-lo

    ResponderExcluir