quinta-feira, maio 29, 2014

Resenha: Veneno

. .


Releituras de contos clássicos estão em alta no momento. São séries e vários livros com a temática. Gostei de Alice, Branca de Neve e Caçador, achei Once Upon a Time - série de TV - meio monótona apesar da história interessante, então quando a editora anunciou o lançamento da Saga Encantadas, fiquei bem curiosa para saber como seria este. Acabei encontrando um livro irregular, mas com uma releitura bem interessante.
"- Ela está velha demais para esse apelido - disse a rainha. Ela estava de pé olhando para o pátio abaixo. O sol da manhã descia sobre o solo, mas o ar ainda estava frio. Ela tremeu. - Precisa começar a se comportar como uma dama. Uma princesa." (pág. 7, primeiras linhas)
Lilith, a madastra, é uma mulher muito bonita e a nova rainha do reino. Ela nunca despertou o carinho do povo, que sempre sentiu saudades da antiga rainha que possuía um bom coração. Branca de Neve é como a mãe: adorada e respeitada por todos. Aqui Branca gosta de andar a cavalo, de sair com roupas masculinas e beber, que são algumas das coisas que incomodam a madrasta pois ela acredita que assim ela nunca irá se casar e sair de casa. Então, quando o Rei vai para a guerra, Lilith resolve se impor sobre a população através do medo e da constante vigilância a todos. E então se torna a madrasta que conhecemos dos clássicos, querendo inclusive o coração de Branca de Neve.

Gente, desculpa, mas que bagunça esse livro. Em alguns momentos é uma bagunça bem interessante e em outras, bem, é só bagunça. Branca de Neve é uma criatura muito chata, não é a toa que a madrasta queria o seu coração. Ela acabou ficando com a "doçura" do desenho, mas sem a ingenuidade do mesmo. Para mim, soou como uma pessoa até mesmo falsa e mimada em alguns momentos. Acho que gostei e entendi mais Lilith nesse livro... claro que ela é exagerada, mas não simpatizei com a princesa mesmo.

No geral não gostei muito da forma de escrita, apesar de se aproximar mais do estilo "conto de fadas". A autora não se aprofunda muito no história e seus acontecimentos, talvez por acreditar no conhecimento do leitor sobre os personagens. Contudo algumas cenas e ações mereciam explicações melhores, mesmo que os contos conhecidos sejam igualmente rasos (afinal, alguém realmente leva a sério o romance da Branca de Neve e do príncipe no desenho, considerando que ele é um ser com quem ela nunca sequer conversou na vida?).

Uma coisa que gostei foram as misturas entre os contos. Aqui a mãe de Lilith é uma velha que mora sozinha na floresta em uma casa de doces e adora comer crianças gordinhas. Lembraram de alguém? Também encontramos Aladim, em uma versão também diferente da que conhecemos na Disney. Confesso que o que muita gente considera como ponto fraco considerei como o grande "tchan" do livro: o final. Gostando ou não, politicamente correto ou não, é surpreendente

A história possui cenas de sexo muito desnecessárias, ainda mais se considerarmos o tamanho do livro e sua temática. Algumas são descritas quase como um romance de banca, explicitando demais as situações e com um vocabulário típico. São cenas completamente dispensáveis e que nada acrescentam à história.

A editora fez um trabalho bem legal na edição, colocando os capítulos com uns desenhos rabuscados que são a cara daqueles livrões de contos infantis. A capa também ficou bonita porém impliquei com a carinha de morta da modelo, mas após ler acho que ela até que representa bem a Branca do livro. E para quem gosta de marcadores, vem um destacável do segundo livro na orelha da contra-capa.
"Ela não tinha o amor nem a fidelidade natural do povo, mas soube como obter seu medo e respeito." (pág. 32)
Em resumo, gostei muito da ideia da história mas não tanto do desenvolvimento, apesar de o mesmo não ser de todo ruim. Pretendo ler os próximos livros, pois as ideias da autora são interessantes e quero muito conhecer os arcos de ligação das outras histórias. Dizem que o segundo já é mais maduro, então talvez goste ainda mais do que deste.
2,5/5 - entre Regular e Bom
Mais informações:
Veneno
Título original: Poison
Autora: Sarah Pinborough
Editora: Única (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 224
Links: Skoob | Goodreads
Saga Encantadas 
#1. Veneno
#2. Feitiço
#3. Poder

5 comentários:

  1. Ahhh, ainda não me desanimei a querer, eu acho interessante esta "bagunça" ainda mais saindo fora do padrão, acho a ideia muito boa mesmo se não me prender aos olhos, pois para mim vira complexo o invisível, e como diante a resenha, o livro traz esta versão da branca de neve kkk foi demais. Muito obrigada por essas informações!! Eu realmente me senti confortável e bem com uma opinião própria.
    Até mesmo não parando de sorrir haha..
    Gostaria muito de poder descobrir mais novas, com o mesmo e assim adiante! Beijos

    ResponderExcluir
  2. adoro releituras, e estão surgindo tantas ultimamente que nem estou conseguindo acompanhar hahaha
    este mesmo eu ainda não consegui ler, mas estou muito curiosa!! :D
    eu vi a diagramação dele, e ficou incrivelmente linda mesmo!! *-*
    espero conseguir ler logo ;~~

    ResponderExcluir
  3. Tenho once upon a time, mas queria muito veneno, todo mundo elogia essa trilogia <3 Pena que vc não gostou muito ne :/
    abraço

    ResponderExcluir
  4. Quando eu comprei esse livro eu estava louca, e esperava muito dele! O livro estava indo super bem com a construção de Lilith, mas a autora se perdeu. Eu até gostei também, mas esperava bem mais :/
    Ótima resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu AMO a serie once upon a time por isso quando vi a sinopse e a capa fiquei louca pelo livro mas depois da resenha fiquei meio com reseio de ler. s2

    ResponderExcluir