sábado, abril 19, 2014

Resenha: A falsa princesa

. .


A falsa princesa é uma história que se passa no fictício reino de Thorvaldor. O livro é jovem e mistura aventura, magia, investigação e, claro, um pouco de romance para contar a história de Sinda, a falsa princesa. Um livro que acabou me prendendo e mostrando uma história bem mais interessante do que a sinopse promete.
"No dia em que eles vieram me contar, eu estava em um dos jardins com Kiernan, tentando decifrar um mapa de trezentos anos da área do palácio. Estávamos sentados em um banco de pedra, com o delicado rolo de tecido aberto entre nós. Em vez de olhar para os jardins, porém, estávamos de frente para a muralha cinza que separava o trecho mais ao norte da propriedade das ruas de Vivaskari." (primeiras linhas, pág. 7)
Uma profecia feita quando a princesa nasceu dizia que ela poderia ser morta antes de completar dezesseis anos. Por isso o Rei, a Rainha e três dos magos mais poderosos de Thorvaldor criaram uma magia que permitiu trocar a verdadeira princesa por Sinda, uma recém-nascida filha de um pobre homem. Um pouco após completar dezesseis anos se passando por Nalia, a princesa, Sinda recebe a notícia sobre este encantamento e precisa deixar o reino para que a verdadeira princesa possa finalmente ocupar o trono. Ela então precisa abandonar toda a vida que sempre conheceu, inclusive seu melhor amigo Kiernan, para ir morar com a tia em um local simples, e redescobrir quem é. Contudo, alguma coisa continua pulsando dentro da menina e ela sente que precisa ir atrás de respostas - porém isto irá desagradar algumas das pessoas mais perigosas que ela conhece.

Este foi o segundo livro no qual cheguei perto da metade sem saber como a história iria seguir. Pelo que havia visto na sinopse, já havia acontecido praticamente tudo e simplesmente fiquei sem ideia do que mais poderia acontecer. Então algo inesperado acontece e a história toma um rumo bem diferente do que previa, revelando desmembramentos imprevistos. Foi algo que me surpreendeu, e é ali que começa a grande sacada do livro.

A história é narrada por Sinda. Ela não é uma personagem muito forte, mas que cativa pelo seu coração mole. Em vários momentos toma decisões que não parecem as melhores, mas não dá para exigir muito de uma pessoa de 16 anos que passou a vida toda protegida e de repente é largada na vida sem saber quem é. Existem outros personagens secundários bons, mas sinceramente não achei que algum se destacasse.

Três coisas me incomodaram um pouco durante a leitura, e vou dizer elas por ordem de incomodação. Primeiro, em vários momentos falta divisão no meio dos capítulos quando a história troca de assunto. Os personagens estão em um lugar A, conversando e, de repente, na linha seguinte estão no lugar B, já acontecendo outra coisa. Isso me deixou perdida algumas vezes, e um simples espaçamento maior teria resolvido (e esse espaço existe em alguns momentos, e em outros não). Segundo, o fato de vários mistérios serem desvendados de forma muito "lógica" pela protagonista, que deixa o leitor perdido sobre como ela ligou os pontos sobre uma história de forma tão rápida - e como que nunca alguém havia deduzido isto. Por último algo que é um "defeito" comum de muitos livros, então já acostumei um pouco, é o fato de repetir demais algum pensamento do personagem. "Como eu tenho medo que ela me descubra", "se eu for em tal lugar ela talvez me descubra e tenho medo", e etc etc. Já acostumei, mas ainda acho que o autor fica só enchendo linguiça nesses momentos.
"Meu cabelo está sempre desarrumado, meus olhos e meus dedos estão sempre cobertos de tinta. Uma verdadeira princesa não seria assim. Eu devia saber. Devia ter imaginado." (pág. 30)
É um livro que inicia morno, mas se torna bem interessante. Apesar dos pontos que destaquei acima, a escrita de Eilis é fácil e as páginas passam voando. Gosto desse estilo "conto de fadas", e esse livro traz uma mistura interessante com magia e um pouco de aventura e investigação. Uma boa distração, com uma história jovem interessante e que me prendeu, em especial do meio para o fim.
4/5 - Muito bom
Mais informações:
A falsa princesa
Título original: The false princess
Autora: Eilis O'Neal
Editora: Farol Literário (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 408
Links: Skoob | Goodreads 

7 comentários:

  1. já li muitas resenhas deste livro, mas ainda não li ele. no começo tinha bastante interesse nele, mas depois fui perdendo um pouco pois vi várias coisas nas resenhas que me incomodaram.
    ainda estou interessada para ler ele, mas com um pé atras. quero descobrir o que acontece com a pobre ex princesa hahaha

    ResponderExcluir
  2. Primeira resenha que eu leio sobre esse livro e fiquei bem curiosa. No começo da resenha eu fiquei um pouco confusa a respeito das princesas e tudo mais, mas depois foi esclarecendo hehe acredito que me incomodaria também o fato de não colocarem um espaço maior entre os parágrafos para haver a divisão de assuntos... Mas adicionei esse livro a minha lista de "pesquisar mais" hahah

    ResponderExcluir
  3. Eu não tinha interesse de ler esse livro, mas já li tantas resenhas positivas e essa parte de ele ser estilo conto de fadas me interessou bastante, sem falar que adoro fantasia, então tenho quase certeza que irei gostar, aliás, a primeira vista eu nunca diria que esse é um livro de fantasia, rs.

    ResponderExcluir
  4. Li apenas uma resenha antes dessa e me interessei porque parece ser o outro lado da moeda, não apenas os velhos clichẽs da mocinha que toma seu lugar de volta, mas a que foi criada como princesa ser tirada de lá e aprender a viver como uma pessoa comum, acho que é tão cruel quanto tirar a verdadeira identidade da que seria princesa por herança!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei da história :) não vou dizer que pretendo ler agora, pois não é verdade. Tenho vários outros na frente dessa lista, mas achei interessante, quem sabe um dia. Amei a coroa no capítulo *.*
    Não tem marcador?

    P.S.: Acho seu blog super lindo e organizado, até as fotos das resenhas são mara ;) Parabéns. Blog top!

    Bjokas
    http://omarcapaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cibele! Sabe que não sei sobre o marcador? Mas acho que existe, porque perguntei para a editora e ela disse que estava em falta. Então deve ter, só não devem ter feito muitos...
      E obrigada pelos elogios ^^

      Excluir
  6. Ah eu preciso ler esse livro, fiquei super curiosa desde que bati o olho nele, faz bem o meu tipo e a capa é super linda, e a historia dele muito interessante, louca para saber mais, achei bacana você descrever os pontos que não te agradaram tanto no livro.
    Beijos

    ResponderExcluir