terça-feira, janeiro 21, 2014

Resenha: Fragmentada

. .


"A chuva tem muitas utilidades.
Árvores como estas à minha volta precisam de chuva para viver e crescer.
Ela apaga os rastros, esconde as pegadas. Faz com que as trilhas fiquem difíceis, e hoje isso é uma coisa boa.
Mas, acima de tudo, lava o sangue da minha pele, das minhas roupas." (pág. 7, primeiras linhas)
Hoje trago a resenha de Fragmentada, segundo livro da série Reiniciados, que me deixou roendo as unhas de curiosidade no final do primeiro livro. Aqui a série segue de forma tão boa ou até melhor que no primeiro, o que é uma ótima motivação para quem estava na dúvida sobre iniciar ou não a trilogia. 

Kyla ainda está em choque pelo que fez, e pelo fato de cada dia lembrar um pouco mais sobre o seu passado. E agora suas memórias começam a confundi-la. Ela foi Chuva no passado, mas também foi Lucy. Quando a vida de uma começou e a da outra terminou? Quem ela era realmente? Além disso, ela precisa lidar com o reencontro com o seu professor Nico, uma pessoa do seu passado que gera sentimentos de medo e respeito. Nico é parte do R.U. Livre, um grupo que luta contra os Lordeiros, e precisa de Kyla para concluir seus planos. Além disso tem Cameron, um novo colega e vizinho, que deseja ajudá-la no que puder. O problema é que tudo ainda está muito confuso, e a menina não sabe mais em quem acreditar ou o que fazer. Qual o lado correto?

A escrita de Teri faz tudo fluir muito bem. A história é escrita de maneira simples, e isso pode enganar os mais desavisados. Todos os acontecimentos são interligados e geram consequências na vida dos personagens. Falando neles, neste livro percebemos o crescimento e a maturidade de Kyla. É uma protagonista inteligente e esperta que costuma pensar bem nas suas ações. Outro item que a difere de outras protagonistas é que ela não participa de triângulos amorosos ou larga tudo por causa de algum menino. O livro até tem algumas nuances de romance, mas é algo completamente real e cabível dentro das situações que se desenrolam.

Fragmentada é um livro diferente. Não é um livro com muita ação, e as vezes parece que poucas coisas estão acontecendo. Porém, quando paramos para refletir, começamos a nos dar conta de tudo o que está entranhado, tudo o que vem se desenrolando. E então percebemos que, na verdade, muita coisa já aconteceu. Parece estranho, mas tive essa sensação (e conclusão) mais de uma vez durante a leitura.

Diferente de outras distopias, aqui o mundo não é preto e branco. O governo é ruim, mas talvez não seja de todo errado. O povo não é apenas o bando de coitadinhos alienados ou de revoltados. Eles são bons, mas talvez ajam de formas erradas. Todos os questionamentos que a protagonista tem começam a passar pela nossa cabeça e ficamos tão confusos quanto ela. Afinal, em quem confiar? Existe um lado que esteja correto todo o tempo? 

O livro possui uma trama inteligente, com muitas reviravoltas. Algumas previsíveis, outras surpreendentes. Assim como no primeiro, a parte com mais ação fica para o final e novamente terminamos com uma cena chocante. Neste livro já recebemos muitas respostas, como o motivo pelo qual Kyla continua conseguindo se lembrar de sua vida passada, contudo algumas pontas ainda ficam pendentes, que provavelmente serão explicadas no último livro (previsto para ser lançado ainda este ano). Vamos aguardar!
"Ver o que assusta você e entender seu significado não diminui o terror. Ele ainda tem o poder de partir seu coração, diversas vezes." (pág. 391)
Muito bom!
Mais informações:
Fragmentada (Reiniciados #2)
Título original: Fractured
Autora: Teri Terry
Editora: Farol Literário (Site | Twitter | Facebook)
Páginas: 424
Links: Skoob | Goodreads 
Série: Reiniciados
#1. Reiniciados
#2. Fragmentada
#3. Shattered (ainda não publicado no Brasil)

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não tinha lido a resenha de Reiniciados, nunca ouvi falar dessa trilogia. Mas eu não gosto muito de distopias, pode-se contar nos dedos as poucas que li.
    Parece bem interessante o desenvolvimento dos livros, gosto quando tem um certo suspense e as coisas vão se encaixando aos poucos e tudo ficando mais claro, mas não é uma história que me interessou.
    Adoro suas resenhas, Tami. Tu escreve super bem e fala super bem dos pontos importantes e relevantes sem revelar nada. Parabéns! Continue assim, alias, não continue, mas melhore, haha. Beeijos

    ResponderExcluir
  3. por mais que eu já tenha visto várias e várias resenhas positivas deste livro, eu leio mais e mais para tentar me convencer a ler ele e não consigo...
    estou com ele na minha estante, mas não consigo me sentir curiosa para lê-lo ;x

    ResponderExcluir
  4. Olá Tami!!!
    EU estava meio desanimada em começar essa serie, mas estou ficando curiosa!!!
    Um livro que até mesmo a gente não sabe em quem confiar, que o povo não são coitadinhos e é cheio de reviravoltas?!!
    Sério, preciso começar a ler!

    Beijos!

    http://meudiariojk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu acho o enredo do livro bem original (fora as características de distopia), e fico feliz em saber que Fragmentada é tão bom quanto (ou melhor) do que o primeiro!
    Curiosa para conhecer Kyla! :)

    ResponderExcluir