quinta-feira, julho 04, 2013

Resenha: A vida acima de tudo

. .


A vida acima de tudo (Chanda #1)
Título original: Chanda's Secret
Autor: Allan Stratton
Editora: Prumo
Páginas: 256
Link no Skoob:
Chanda é uma menina de 16 anos que mora na África. Sua família já passou por muitas tragédias e agora está passando por mais uma: a morte de sua irmã. E as coisas não param por aí. Além da família, Chanda ainda tem que se preocupar com sua amiga Esther, que está tomando algumas decisões erradas. Isso tudo com o medo (e fofoca) constante na comunidade sobre uma doença que muitos tem, mas poucos ousam falar em voz alta: aids.
Essa história não é real, mas poderia ser. Certamente mostra a vida de milhares de famílias que passam por esse problema, especialmente em regiões pobres e sem acesso à informação. Os preconceitos são latentes, e o medo das pessoas em até mesmo mencionar o nome da doença é algo muito triste. A desinformação gera uma completa exclusão dessas pessoas da comunidade, que consideram toda a família amaldiçoada porque um de seus membros tem a doença.
"Estou sozinha no escritório da Funerária Luz Eterna, do senhor Bateman. É manhã de segunda-feira e ele está ocupado com um novo carregamento de caixões." (primeiro parágrafo, pág. 9)
A narrativa é um pouco simples demais. Muitas vezes temos várias coisas acontecendo em apenas uma página. Por exemplo, sabemos da morte do pai de Chanda e sobre como sua mãe encontrou e se casou com o próximo marido em questão de dois a três parágrafos. Isso é bom pois o livro não se torna monótono, mas ao mesmo tempo senti falta de uma profundidade maior em alguns momentos. Não sei se foi porque me acostumei com o ritmo ou se o livro realmente se tornou mais profundo, porém à medida que o livro foi chegando ao fim senti que estava melhor conectada com ele.

Os personagens são interessantes, mas a que mais me pareceu real foi a vizinha (sra. Tafa). Ela é a típica fofoqueira de bairro, que quer cuidar da vida de todos, mas ao mesmo tempo é uma pessoa que realmente se preocupa com os outros. Esther e Chanda são apenas duas crianças sem muita informação no meio de tudo, e apesar das escolhas estranhas muitas vezes, conseguimos entender o lado de cada personagem. A mãe de Chanda é outra personagem muito bonita, que enfrenta vários problemas para cuidar de seus filhos.

É um livro muito interessante e que recomendo. Apesar da crítica, é um livro que ajuda a refletir sobre os assuntos abordados. O livro é fininho e a leitura é bem rápida. Já existe um filme do livro que é de 2010. Life, above all  chegou  até a ser premiado em Cannes! E me surpreendi ao saber que o livro possui uma continuação (Chanda's Wars) pois a história é bem fechada. Espero que seja publicado aqui no Brasil também.
"Se o povo diz que uma pessoa está contaminada, ela pode perder o emprego; sua família pode expulsá-la de casa e ela pode morrer sozinha na rua, então ela vive em silêncio, escondida atrás da cortina. Não só para se proteger, mas para proteger aqueles que ama e o bom nome de seus ancestrais. Morrer é horrível, mas morrer sozinho, com medo e vergonha, carregando uma mentira é ainda pior." (pág. 50)

9 comentários:

  1. Um dos mais lindos livros que li nos últimos tempos, ao lado de "A culpa é das estrelas".

    ResponderExcluir
  2. É um livro com o um tema mais forte do que os que costumo ler. Não que a historia não tenha me interessado, parece ser um bom livro, mas não o leria no momento, quem sabe um dia...

    ResponderExcluir
  3. Curti muito sua resenha e os trechos que estão expostos :p já coloquei na minha lista!
    Parece ter uma leitura delicioso e especial haha

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da sua resenha, acho que nunca li um livro com um tema tão forte assim. Fiquei curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  5. Nunca ouvi falar deste livro e apesar de gostar muito de histórias que "poderiam ser reais", a impressão que esta me passou foi de muito pouca profundidade (como você bem disse). Acho super estranho acontecer tanta coisa, passarem tantos dias, em questão de duas livros ou um pouquinho mais.
    Não sei se leria o livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu não li, mas gosto da resenha e me interessei bastante pelo livro!!
    Apesar do tema forte, acho q a leitura seria muito interessante!

    ResponderExcluir
  7. Não sei se leria, mas é um tema bem interessante o que ele aborda. Vale a dica pra quem curte mais esse tipo de livro, parece bom.

    ResponderExcluir
  8. A premissa é diferente e interessante.

    ResponderExcluir
  9. Oiie
    De primeira, o livro nao me despertou curiosidade..
    Achei a capa meio sem gracinha..
    Mas gostii da sua resenha..
    Parece ser um livro interessante e rapido, né..

    bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir