quinta-feira, maio 02, 2013

Resenha: O eterno Barnes

. .


O eterno Barnes 
Autor: Salustiano Luiz de Souza
Editora: Novo Século
Páginas: 248
Link no Skoob:
O que você faria pelo desejo de poder viver para sempre? 
 
Dr. Barnes está com os seus dias de vida contados devido a uma doença incurável. Isso só aumenta o seu desejo por descobrir uma forma de viver para sempre - e suas pesquisas estão finalmente chegando à algum lugar. Ele consegue transformar os dados do cérebro em algo que o computador pode ler, e fica obcecado pela melodia que é gerada por esses arquivos de memória. Então ele resolve tentar dar um passo a mais: pegar esses dados e implantar em outra pessoa, dessa forma o seu corpo poderia morrer porém sua mente continuaria viva. O problema é que essa pesquisa é secreta, e Barnes tem precisado de ajuda para prosseguir, porém tem ficado cada vez mais paranoico em relação a isso. Conseguirá ele transplantar as suas memórias?
"Eu mereço, pensou Rosemary.Estava saindo do quarto 802 levando a pequena cestinha com medicamentos. Viria buscar os lençóis sujos depois. Não era a primeira vez que Seu Fred, o paciente mais ranzinza daquela ala, se sujava daquela forma." (primeiras linhas)
A premissa do livro é interessantíssima, porém o mesmo acabou trancando em alguns problemas. Creio que o maior deles seja o tamanho do livro - muito pequeno para tanta história e desenrolar dos fatos.

Os personagens, apesar de descritos como sendo diferentes (como o médico, uma simples enfermeira, uma aproveitadora, o diretor de grandes ambições, etc), não parecem ter muitas diferenças no seu íntimo. Todos parecem agir e pensar de formas muito parecidas, ou acabam por mudar de ideia para algo "comum" de forma muito rápida.

O livro utiliza em certo momento conceitos como RAM, DOS e outras linguagens relativas a computação que podem ser um problema para quem não tem conhecimento da área. Esses itens são chave para o entendimento do processo de Barnes e deveriam ter sido mais explicados (talvez mesmo até com uma pequena nota de rodapé).

Creio que as situações poderiam ter sido mais focadas nos personagens e acontecimentos ao invés de sempre ficar intercalando as falas com seus pensamentos. Essa estrutura acaba por deixar o livro sem muita ação, mesmo nos momentos em que isso era necessário. A narrativa faz muitas reflexões,  e de tanto refletir algumas ideias acabam ficando sem muito destaque. Poderia ter reflexões sobre menos assuntos, e de forma mais profunda. Creio que se o livro tivesse passado por um bom revisor, vários desses pontos poderiam ter sido vistos. 

Apesar de tudo, a história toma formas realmente interessantes e inesperadas. As situações que acontecem após a tentativa de transplante são bem pensadas e, no meu ponto de vista, inéditas. Realmente interessante e plausível. Porém justamente nesse momento, ao invés de focar nas consequências desse ato a história começa a tomar um novo rumo - de investigação. E é exatamente a partir desse ponto que a história deveria ser bem maior. Temos dois temas interessantíssimos que poderiam ser trabalhados de forma concisa, porém eles acabam apenas se sobrepondo.

É uma história muito interessante, porém que possui esses problemas que me incomodaram um pouco. De qualquer forma, após a leitura ele nos deixa uma boa reflexão sobre as possíveis consequências dessa "vida eterna", com uma visão que eu ainda não possuía. Sem dúvida, é um livro para quem gosta de filosofar.
"O mundo nada mais é do que o reflexo exterior daquilo que temos dentro de nós. O mundo como o vemos é uma construção feita pelo nosso cérebro, o que faz com que o vermelho que eu vejo talvez seja diferente do vermelho que você vê." (pág. 115)
Regular
Obs: O autor possui uma proposta muito legal. A cada 100 curtidas na página do livro, um exemplar é doado para uma escola. Bora curtir e compartilhar essa ideia?

23 comentários:

  1. Não conhecia esse livro! Mas achei bem interessante.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Essa é a resenha que vi mais critica do livro e isso é legal, assim sabemos o que no espera.
    Continua sendo um livro que quero ler.

    ResponderExcluir
  3. Achei a ideia principal desse livro muito legal. Essa questão de busca da eternidade, sem falar na digitalização do cérebro humano é super interessante. O que realmente me deixaria com um pé atrás em relação a esse livro é essa questão da narrativa ser um pouco filosófica.

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca tinha ouvido falar dese livro, mas gosto de histórias em que os personagens que sofrem de alguma doença procuram viver cada momento da vida sempre tiramos grandes lições de livros assim.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Que legal... já tinha visto a capa dp livro por ai, mas não sabia do que se tratava. Gostei mesmo! :)

    ResponderExcluir
  6. Esse livro tem agradado.
    A premissa é diferente.
    Não sei se o leria...

    ResponderExcluir
  7. bem interessante esse livro, é um trabalho muito bem feito. Mas confesso que ler mesmo não senti muita vontade.

    ResponderExcluir
  8. Legal a iniciativa do autor de doar os livros, mas nao sei se é algo pra ser lido em escola, nunca se sabe. Achei a historia interessante e bem diferente, meio loucura ne? Nao entendi a parte da investigacao, fiquei pensando o que leva a isso… Infelizmente nao é algo que eu leria, mesmo assim acho louvavel a iniciativa do autor e o talento para algo inedito.
    bj

    ResponderExcluir
  9. A idéia e extremamente interessante e remete a muitos temas atuais ... pena saber que não foi bem desenvolvido OU revisado =/

    www.moniitorando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. A historia do livro é bem diferente, mas é uma pena que não foi bem desenvolvido.

    ResponderExcluir
  11. O livro não me chamou a atenção, então eu já esperava não gostar dele. O tema não me atraiu, pode até ter sido bem trabalhado, mas não faz meu estilo.

    ResponderExcluir
  12. Me parece ser um livro muito interessante, principalmente por envolver computadores, e essa coisa de vida eterna, passar dados da memoria para um pc... apesar de não ser algo novo, é uma proposta muito interessante! :D
    Eu gosto de filosofar, e essa frase "O mundo nada mais é do que o reflexo..." faz pensar bastante!

    ResponderExcluir
  13. Super me interessei por esse livro. Até ergui as sobrancelhas enquanto lia a sinopse haha

    Acrescentei ele na minha lista pra quando eu ter uma chance, lê-lo. Espero que eu goste mais q vc :p

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Já tinha visto a capa desse livro bela blogosfera literária, porém nunca tinha parado para ler nada dele.
    Acho que a leitura não faz meu estilo. Apesar da promissa do livro ser bem interessante e ter tudo para dar numa ótima história, percebo que não foi isso que aconteceu. Não sei se leria o livro, isso ficou meio em aberto na minha cabeça... Ainda mais que não muito de filosofia! kk

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  15. Eu li algumas resenhas sobre o livro e fiquei animada com a possível leitura. Acho que tem uns traços de filosofia aí no meio, muitos questionamentos e propostas para reflexão. Pena que não foi tão bem desenvolvido, porque a ideia é realmente bem diferenciada. Mas pelo que entendi é um livro bacana, só poderia ter sido mais explorado em alguns aspectos.
    Então continuo querendo ler e tirar minhas próprias conclusões.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Autor novo, livro novo, gostei da resenha, pois é a primeira vez que leio uma resenha deste livro, achei a temática do livro muito interessante, mas pelo que você falou "o livro é pequeno, pra muitos fatos", acredito que este livro tenhas pontos negativos e positivos, mas mesmo assim gostaria de ler...
    :)

    ResponderExcluir
  17. Não me interessei muito, talvez pq n é meu tema preferido, mas a resenha está muito boa parabens! ;D

    ResponderExcluir
  18. O livro parece ser legal, mas ele não me chamou muito atenção, mas quem sabe eu acabe lendo ele e mude de ideia sobre ele.

    ResponderExcluir
  19. Primeiramente, queria dizer que me apaixonei pela capa. Pelo o que li na resenha, ela passa toda o clima do livro. Porque eu já li muito sobre a Criação de Adão pintada por Michelangelo e já li muitas interpretações dessa pintura e ao ver essa capa muitas vieram na minha mente. E eu amei esse livro. Eu amo essas histórias de médicos, até porque eu sou uma grande fã de Grey's Anatomy.
    E você dizer que o livro tem algumas partes sobre computador que não são explicadas e que o livro tem muitas histórias para um livro pequeno, me desmotivou um pouco.
    Mesmo assim, vou procurar o livro para comprar ou até mesmo ver se ele não mandou para uma biblioteca da minha cidade, uma iniciativa que eu adorei inclusive.

    ResponderExcluir
  20. Muito interessante esse livro.. mas não sei se eu queria viver para sempre, deve ser muito angustiante. E não sei se me interessei tanto assim para por na minha lista, que está enorme, por sinal, hehe

    ResponderExcluir
  21. que legal, vou la curtir sim!!! apesar de nao o meu tipo de leitura, acho que a ideia do livro foi bem bacana, principalmente para quem gosta de filosofar rsrs
    vou procurar este livro para ler por causa da sua resenha ok!!

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito da capa, mas infelizmente a história não chamou minha atenção, desejo sucesso ao autor e achei bem legal a iniciativa dele de doar um livro a cada 100 curtidas!

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia esse livro e nem o autor. Mas não simpatizei muito com a história, nem com título nem com a capa. Não faz meu "estilo literário" rsrsrs.
    Mas gostei bastante da resenha ^^ Desejo super sucesso pro autor, e adorei essa iniciativa das curtidas! *-*

    ResponderExcluir