terça-feira, março 12, 2013

Resenha: Ser Clara

. .


Ser Clara
Autora: Janaína Rico
Editora: Pedro e João Editores
Páginas: 285
Link no Skoob: 
Clara é uma brasiliense de 27 anos que, modéstia a parte, sabe que é bonita. Ela está ajudando sua amiga de infância Laura com preparativos do casamento, apesar de não suportar o noivo (e a recíproca é verdadeira). Na festa ela acaba conhecendo João Thomas, um médico bonitão e rico com quem acaba ficando e se apaixona. Porém Clara começa a se interessar também pelo seu amigo de colégio Léo, que sempre foi muito querido e simpático com ela, mas meio sem sal. 
 
Podemos adicionar na história, além do triângulo amoroso, uma sogra muito odiosa, uma boa pitada de suspense, traições, homossexualismo e itens como distúrbios alimentares. Ou seja, é um romance chick-lit com vários outros temas incluídos, o que o torna um livro bem interessante e não apenas mais do mesmo.
"Casamentos são cerimônias que costumam emocionar todo mundo, principalmente mulheres como eu. Bom, para que você possa saber o que precisamente significa o termo "mulheres como eu", preciso lhe dizer quem exatamente sou eu." (primeiro parágrafo, pág. 9)
Clara é uma personagem que pode não agradar muitos. Para começo de conversa, ela se acha um bocado. Segundo, ela brinca muito com os sentimentos de suas duas paixões (mesmo que seja sem querer). Fala palavrão pra caramba e tem crises de ciúmes em relação à amiga que são quase infantis. Porém é amiga e adora sua família - quase sempre. Ou seja, é uma mulher que podíamos facilmente encontrar na vida real. 

O romance toma boa parte da história, mas não é meloso. Clara cai de amores  (ou ao menos é o que diz, porque nem sempre dá para acreditar) pelo médico ricão - porque as mulheres sempre adoram um rico? - e também se diz apaixonada pelo seu amigo. Essa indecisão e suas atitudes em relação a isso me fizeram crer que ela simplesmente não amava nenhum. 

Se tenho alguma reclamação é apenas em relação à personalidade do João Thomas. Inicialmente ele é mostrado como alguém com ciúmes excessivos (com razão, diga-se de passagem), mas depois essa característica parece que evapora. Acho que poderia ter sido um assunto mais aprofundado.

Li a primeira versão do livro, com a capa que vocês podem ver acima. Foi algo mais independente, mas praticamente não encontrei erros. A capa é bem simples. O livro foi publicado pela Underworld em 2012 (capa no final da resenha) e é a versão mais fácil de ser encontrada nas livrarias. Confesso que não sou muito fã de nenhuma das capas, acho que a primeira é muito simples e a atual afasta um bom público por parecer um livro "adulto" ou mais sensual.

O livro tem uma narrativa leve e super ágil em primeira pessoa, parece que estamos conversando com uma amiga. Do meio para o final ele começa a ter tons de investigação e suspense (leves), que dão um extra para a história. Para quem gosta de um bom chick-lit, no estilo de Meg Cabot ou Marian Keyes, super recomendo a leitura. Boas risadas são garantidas!
(falando sobre a sogra) "Ela me deu de presente um par de brincos muito chamativo, tipo de puta no calçadão mesmo, disse que achou que eles eram a minha cara. Sorri, disse que os usaria assim que tivesse um jantar na casa dela, já que seria o local mais apropriado para usá-los. Acho que só nós duas entendemos as grosserias polidas e educadas." (pág. 153)
Capa da Editora Underworld
Muito bom!

16 comentários:

  1. O que eu não gostei foi o nome, exemplo João, não tem um nome mais comum? Me desanima ler livros com nomes comuns desse jeito. =(

    ResponderExcluir
  2. A Jana é realmente uma grande escritora, já acompanho ela á alguns meses!

    Ps: Comentários ruins sobre o titulo do livro, devem ser guardados pra vc, só acho! Vamos ler leitura nacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelry, não falei nada sobre o título do livro, apenas sobre a capa. Críticas e elogios acho que sempre são bem-vindos, sendo de livro nacional ou não. Afinal, quem está lendo o blog quer saber exatamente a minha opinião sobre o livro não é? :)

      Excluir
    2. Não estou me referindo á você, e sim aos comentários de outras pessoas!

      Excluir
  3. Taí um livro que não tenho vontade de ler: a capa da primeira versão não me agrada, a da segunda me repele :x Também não sou muito chegada em chick-lit, então acho que posso usar isso como desculpa. Ah, e a Clara me pareceu "comum" demais (afinal de contas, se eu posso encontrar facilmente uma mulher assim por aí, por que ler um livro com uma protagonista desse estilo?)

    Gislaine,
    http://jeito-inedito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não li nada da autora ainda e não posso dizer se curto suas obras ou não. Mas este livro, especificamente, não me atraiu não. Acho que peguei certa antipatia pela personagem principal e pela mudança de "personalidade" do rapaz. Sei lá, não me convenceu. Mas posso estar errada.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Não li nada da autora então não posso dizer se gosto de suas obras ou não.
    Mas esse livro, em especial, não lerei. Não gostei da protagonista, achei muito supérflua e infantil.
    Acho que os chick-lit poderiam ter protagonistas mais legais e trabalhadas sem perder a dose de bom humor, fica parecendo que todas as mulheres são desvairadas ou infantis...

    ResponderExcluir
  6. Já vi esse livro dela, mas confesso que não me chamou atenção. Os dois do post aliás. Não gostei muito, achei meio bobo pra mim.

    ResponderExcluir
  7. Amo livros nacionais, mas esse apenas não me agradou, ainda não li vi algumas resenhas e em todas elas tive a mesma opinião, Clara é uma personagem não agradou, acho que por não ter um certo diferencial, essas indecisões e mudanças de personalidade geralmente me fazem a não gostar do livro.

    ResponderExcluir
  8. Oi Oi Tami!
    Esse livro até agora ainda não conseguiu me convencer de que vale a pena ler. As capas não me agradaram, e a sinopse não é muito legal. A tua resenha me deixou com o pé ainda mais atrás. Não sou do tipo que dispensa livros, mas certamente esse não seria um dos quais eu gastaria meu dinheiro.
    A resenha foi bem sincera e direta, gostei bastante.

    Beijos da Lua =*
    www.tyciahadiresenhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Achei a história interessante, vou ler o livro em um dos desafios que estou participando. Uma coisa que me incomoda em alguns romances - a maioria - é que a mulher sempre se apaixona pelo cara podre de rico, isso só pode ser um fetiche, e que tal um personagem mais normal, isso é bom também.

    Bjks

    ResponderExcluir
  10. Vale mais pela diversão mesmo, mas desconfio que Clara seria facilmente irritante pra mim, com esse jeito de se achar demais e tb pela imaturidade nessa indecisão, sem falar nos palavrões fica feioooo...

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca tive vontade de ler esse livro por causa dessa capa que, como você disse, faz parecer que a história é mais sensual. Nunca tinha lido nenhuma resenha, mas os pontos positivos que me fariam ler esse livro é que ele pertence ao gênero chick-lit e que é nacional.

    Beeijos, Flá. { http://pequenascoisaas.blogspot.com.br/ }

    ResponderExcluir
  12. O que é isso na capa? Só rindo :)

    ResponderExcluir
  13. Eu estou louca para ler este livro e não é de hoje.Adoro um romance com pitada de comedia e pelo jeito este livro esta cheio(hahahahaha).
    Sobre as capas bom eu prefiro a ultima.Mesmo parecendo ser algo mais para o erotismo não levanto tanto para o chick-lit.
    Mas espero assim o mais breve possível ler este livro.

    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir