terça-feira, fevereiro 12, 2013

Resenha: O caminho para casa

. .


O caminho para casa (Night Road)
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
"O caminho para casa" foi um livro que escolhi porque ouvi falar muito bem e porque era o estilo de livro que queria ler no momento. Ainda não conhecia nada da Kristin Hannah, então resolvi aproveitar a chance.
 
Jude Farraday é uma mãe preocupada. Sempre conseguiu manter os seus gêmeos sob controle, mas agora eles estão indo para o ensino médio e as festas e bebidas começam. Jude lutou muito para ter os filhos e os conseguiu após dois abortos. Mia e Zach foram criados de forma muito protegida, por mais que a mãe tente não demonstrar isso. Zach é bonito e popular no colégio, porém Mia é isolada da turma e tem receio de fazer novas amigas depois da traição que sofreu por uma delas.
 
Lexi é uma menina que anda por lares adotivos. Filha de uma drogada e ex-presidiária, ela nunca conheceu bem o que é ter uma família. Até que encontra a sua tia Eva e começa uma nova vida. Lexi vai para a mesma escola de Mia e acaba se tornando muito amiga da menina, além de ter uma queda pelo seu irmão. Porém essa amizade e tudo o que eles tem de seguro é abalado por uma tragédia, e todos precisam pensar em como recomeçar.
"Ela está de pé na curva fechada da Estrada da Noite. Aqui a floresta é escura, mesmo ao meio-dia, com o sol a pino. Coníferas antigas e imponentes se estendem ao longo de ambas as margens da estrada, muito próximas umas às outras, e seus troncos cobertos de musgo se erguem retos como lanças até o céu de verão, bloqueando todo o sol." (pág 7, primeiras linhas)
O livro é narrado principalmente pelas visões de Lexi e Jude. Lexi é uma personagem adorável e com uma bela personalidade. Seus pensamentos são maduros, reflexo de uma infância que a fez crescer antes do tempo. Já a narrativa de Jude é um pouco irritante. Além de se concentrar quase sempre nos mesmos problemas e medos, sua super-proteção em  relação aos gêmeos é exagerada, chegando a ser quase infantil. Sei que a personagem tem os seus motivos, mas isso me incomodou.

O romance entre Lexi e Zach acaba por ser muito bonito, sem ser meloso. Uma pena que Zach seja um personagem de personalidade tão fraca, provavelmente devido a sua criação. Lexi novamente é a personagem que surpreende aqui.

O drama seguiu rumos inesperados. Alguns acontecimentos são previsíveis porém outros surpreenderam. O início do livro tem um bom ritmo, porém do meio para o final (em especial o fim) acabam acontecendo tantos fatos que acaba por ser um pouco corrido e alguns personagens mudam de opinião de forma tão rápida que é difícil de acreditar em suas motivações. A relação de Jude com sua mãe também poderia ter sido mais aprofundada, ainda mais pela importância que acaba tendo no livro.

A narrativa me emocionou em alguns momentos e traz algumas discussões interessantes. Por mais que a parte de Jude seja repetitiva, é interessante conhecer os pensamentos de uma mãe tão protetora quanto ela. Seus medos e tentativas de "negociações" com os filhos são bem reais, e todo mundo que já passou da adolescência deve lembrar um pouco dos pais nessas horas. Em resumo, um bom drama para refletir sobre a consequencia de nossos atos e mudanças nas nossas vidas. Porém ainda acho que deveria ter algumas páginas a mais para que algumas situações fossem melhor explicadas. Para quem gosta de uma drama mais reflexivo, é um bom livro.
"Os olhares trocados entre os três pareciam carregados de emoções: transmitiam a triste verdade de que logo se separariam e de que se amavam, assim como a doce verdade, ou esperança, de que no futuro algumas coisas perdurariam, de que três adolescentes podiam se reunir à luz da lua e prometer ser amigos para sempre e manter essa promessa." (pág. 116)
Bom

17 comentários:

  1. Oi Tami,
    Quero muito ler este livro, já li resenhas positivas sobre ele que só me deixam mais curiosa.
    eu gosto de livros que falam sobre a relação de pais e filhos, costumo a ficar emocionada quando leio algo deste tipo.
    Beijos,
    Katielle

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é super triste, mas eu gostei bastante. Também achei a narrativa da Jude um pouco chata. Preferia a da Lexi. Mas não tive tanta atenção em relação aos personagens como você, mas espero conseguir reparar mais neles.
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro um drama reflexivo! rs
    Estou enrolando um pouco para ler o livro. Tenho ele há uns meses, mas sempre coloco alguma coisa na frente.
    Gosto de narrativas que variam entre os pontos de vista de mais de um personagem. Geralmente, gostamos mais de um do que de outro. E isto é sinal de que o autor (no caso, autora) é bom. Porque realmente não é tão simples elaborar bons personagens, com personalidades, dilemas e até temperamentos tão diferentes.
    Vou ler assim que possível!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Já vi esse livro em muitos lugares, mas nunca tinha lido uma resenha a respeito do mesmo. Confesso que fiquei um pouco decepcionada, porque a capa é linda né :/

    ResponderExcluir
  5. Interessante, mas não é muito o meu estilo.
    Bela resenha!
    Beijos
    Fabi

    ResponderExcluir
  6. Não gostei muito do livro, o titulo me chamou muita atenção, mas depois da resenha eu não gostei muito do tema.

    ResponderExcluir
  7. Fiquei curiosa, parece bem emocionante, :)

    ResponderExcluir
  8. Eu me interessei muito pelo livro parece ser muito bom, gostei muito dessa resenha, eu não sabia da existência desse livro, mas agora quero muito ler mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da tua resenha
    Abraço de luz e paz

    ResponderExcluir
  10. Eu não gosto muito de dramas :/ Já bastam os meus! Haha.
    Pela capa eu não imaginava que seria exatamente esse tipo de história, parecia algo bem mais sombrio, sei lá. Gostei desse enredo, dos gêmeos, da aluna nova, romance entre os dois. O que mais gostei obviamente foi a parte do romance! Rsrs. Mas eu não leria, pelo menos não agora.

    Beeijos, Flá. { http://pequenascoisaas.blogspot.com.br/ }

    ResponderExcluir
  11. A capa é linda, mas me passou uma ideia do livro totalmente equivocada. Depois de ler sua resenha, não acredito que seja o meu tipo de livro :(

    ResponderExcluir
  12. Ganhei esse livro em um top comentarista, mais eu ainda não tive oportunidade de ler.
    Espero que em breve, pois tenho visto muitas resenhas maravilhosas sobre ele.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. a capa desse livro é muito bonita, bem marcante, tem um estilo incrivel, gostei bastante da resenha deixa com vontade de continuar lendo

    ResponderExcluir
  14. Kristin Hannah é uma das minhas autoras favoritas. Amei quando a Arqueiro lançou esse livro, comprei em pré-venda, mas ao saber que não se tinha previsão para outros titulos da autora decidi deixar esse livro guardado para ler em um momento "especial". Assim que ler ele vou aproveitar e voltar aqui pra comentar o que achei.

    ResponderExcluir
  15. Eu não tinha muito interesse nesse livro, mas nos últimos dias senti curiosidade em lê-lo. Parece ser melhor do que eu pensava.

    Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito da sua resenha, já quero este livro a muito tempo! Adoro a capa dele.

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    gostei muito de sua resenha e blog, vc está de parabéns! :D Eu tenho esse livro e até hj não li, vou acelerar minhas leituras para poder lê-lo! :D

    Abraços e boas leituras!!! Estou te seguindo, retribui?

    http://ameninaeovento2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir