terça-feira, dezembro 18, 2012

Resenha: Lonely Hearts Club

. .


Lonely Hearts Club (The Lonely Hearts Club)
Autora: Elizabeth Eulberg
Editora: Intrínseca
Páginas: 238
Link no Skoob:
http://www.skoob.com.br/livro/165641
Como consegui o livro: Livro viajante
Sinopse: Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí. Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?
Algo que sempre ouvi falar desse livro é que ele era recheado de alusões aos Beatles. Não precisamos nem abrir o livro para confirmar isso: eles estão referenciados na imagem da capa, no nome da protagonista e no título. Mas se você é que nem eu que, desculpem, não é tão fã dos Beatles assim, não se preocupe: não faz diferença nenhuma.

Penny Lane acaba de passar por sua desilusão amorosa mais séria até o momento. E isso a faz refletir que ela e suas amigas já sofreram muito por causa de meninos, e recém estão no ensino médio. Então ela decide: não irá mais namorar - ao menos até o final do colégio - e acaba fundando o clube, com a intenção de ser a única integrante.

Tracy é uma das melhores amigas de Penny, e é obcedada por garotos. Todo ano ela faz uma lista "Top 10" dos meninos que gostaria de ficar no colégio - e sempre acaba o ano riscando todos da lista por decepções. Diane é uma ex-amiga que se afastou quando começou a namorar, porém agora ela acabou de terminar o relacionamento e também quer uma certa distância dos garotos. Ela acaba sendo a segunda integrante do grupo.
"Eu, Penny Lane Bloom, juro solenemente nunca mais namorar enquanto viver." (primeiras linhas)
Antes que elas percebam, o clube se torna famoso em toda a escola, atraindo várias meninas já cansadas de serem tratadas mal e deixando muitos meninos raivosos com a ideia de serem deixados de lado. E será que as regras do clube não permitem nem uma pequena brecha para namoros?

As referências para os Beatles estão lá: os pais de Penny são tão fanáticos pelo grupo que deram para as três filhas nomes em homenagens à músicas. Durante algumas partes da história, temos frases de músicas para acompanhar o momento. E, claro, durante a história, Penny fala bastante sobre o grupo. Mas, novamente, não é nada demais e não influencia. Creio que foi apenas mais uma forma de chamar atenção para a história, ou apenas para externar o amor da autora pela banda.

O livro é um romance jovem gostosinho de se ler, estilo "Anna e o beijo francês". O livro é leve, não tem cenas mais pesadas (como Meg Cabot), e traz personagens simpáticas de se acompanhar. Não é uma história inovadora  (é bem previsível na verdade), e nem é algo que vá ficar marcado por muito tempo na memória, porém é ótimo para distrair. Em uma ou outra situação é fácil de se ver "mais nova" passando pelos mesmos problemas. Enfim, acabei lendo grande parte dele em questão de horas. Quem gosta do estilo certamente vai gostar desse livro.
"Olhei por cima da mesa do restaurante e vi que ele lia o cardápio. O cabelo preto ondulado ainda estava um pouco úmido do banho que, com certeza, ele tinha tomado depois do treino. Ele levantou os olhos e me pegou olhando.

- Viu alguma coisa de que gostou?
Você não faz ideia." (pág. 143)

22 comentários:

  1. Às vezes é bom ler um livro assim, mas simples, mais leve, para descontrair. Já ouvi falar desse mas não li. O título sempre me chamou a atenção por causa dos Beatles e ainda pretendo conhecer a história.

    ResponderExcluir
  2. bom, já vi váaarias resenhas deste livro e todos falam super bem.
    embora vc nao tenha feito uma resenha parecendo taao empolgada qntos as outras q eu li, ainda assim flou bem, entao pra mim esse livro ta valenod hhaha
    beijos
    - No Limite da Leitura

    ResponderExcluir
  3. Comprei esse livro em uma promoção na Saraiva, confesso que pela capa, ainda não li e é um alivio saber que não "saber" muita coisa sobre os Beatles não atrapalha a leitura. Já imaginava que fosse um livro mais leve, vou ler ele após ler um livro mais "pesado".

    ResponderExcluir
  4. Adorei o título e a capa!
    Já add no Skoob!
    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho ele, e já o li. Eu amo a diagramação desse livro. É todo caprichado, tem desenho de guitarra em cada trecho das músicas dos Beatles. Enfim, muito bonito o livro.

    Bom, eu adorei a leitura. O li em 1 dia. É bem leve, para descontrair mesmo. Qualquer menina gostará de ler. Até lhe arranca algumas risadas devido ao sarcasmo da Penny.

    Uma leitura gostosa e agradável. Recomendo!
    Ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Lembrou os filminhos de adolescentes que passam e repassam na sessão da tarde, ;)

    Uma leve descontração cai bem, as vezes, rs.

    ResponderExcluir
  7. Realmente parece um livro bem adolescente, mas não deixa de ter seu charme. Achei a história super bonitinha, engraçada e com típicos relatos da adolescência!
    Não sei se leria o livro neste momento da minha vida, mas há uns bons anos, com certeza.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Digo que o livro não faz meu estilo, não curto romances, mas espero que esse não tenha muitos mimimis. haahaha
    Mas a capa chama bastante a atenção, lembra aquela cena dos Beatles.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Passatempo gostosinho, leitura leve.
    Gostei da tua resenha.

    ResponderExcluir
  10. Comecei amando o livro pela capa, depois pela sinopse, depois por saber que tinha relação com os Betles porque gosto não sou do tipo fã mais curto bastante, depois por tua resenha. A história parece ser super interessante, vou adorar ler e quem sabe até me inspiro na personagem principal e pego distancia de alguns garotos também ( U.U ).
    Aparece no meu blog? Vou adorar ter tua visita por lá.

    Beijos da Lua =*
    www.tyciahadiresenhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Beatles é Beatles e Penny Lane me parece uma garota ajuizada =D
    Amei a resenha e esse vai pra lista de desejados para 2013.
    Beijos!!
    http://literaturaeeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ja tinha ouvido falar a respeito do livro e amei a historia *_*

    xoxo

    ResponderExcluir
  13. É bom ler livros assim ..leve , descontraído.. gostei da resenha.. gosto também da ideia de ter musica envolvida no livro..

    ResponderExcluir
  14. Já tinha lido sobre ele numa revista teen e gostei muito, ainda mais agora depois.dá resenha. Possivelmente vou entrar pra esse clube. rsrsrsr

    ResponderExcluir
  15. Eu adorei o livro, quero muito lê-lo. Adoro esse tipo de livro! é tão gosto de se ler!

    ResponderExcluir
  16. Adorei a história, é um daqueles livros que lemos em um dia de chuva para passar o tempo. Eu amei. Estou até querendo lê-lo.

    ResponderExcluir
  17. Toda vez que vejo uma resenha desse livro eu lembro de quando eu li e foi uma leitura tão gostosinha que da vontade de ler de novo! haha. Que saudadinha da Penny *-*
    Isso sobre os Beatles eu concordo, não influencia mesmo. Eu até gosto dos Beatles, mas não sou fã. E nem por isso deixei de gostar da história, pelo contrário, eu amei! E adorei poder conhecer um pouco mais dessa banda tão famosa, que confesso, eu não sabia nada, hahaha.
    Muito bom, muito bom!

    Beijos, Flá. { http://pequenascoisaas.blogspot.com.br/ }

    ResponderExcluir
  18. Gostei do livro, ele parece ser rapido e uma leitura boa. O enredo da historia é bom, faz um tempinho que esta na minha lista.

    ResponderExcluir
  19. é a segunda resenha que eu leio sobre esse livro. Apesar de seu um livro meio juvenil, eu gostaria muito de ler. É bom fazer esse tipo de leitura as vezes, para distrair um pouquinho. hahaha! Deve ser bem gostoso e leve.
    biejos

    ResponderExcluir
  20. O livro não faz me tipo de leitura!
    Mas aparenta ser uma leitura leve e fluida !
    Quem sabe um dia eu não dê uma chance né :)
    Abraços *-*

    ResponderExcluir
  21. Confesso que esse livro não me interessou muito, quando li a sinopse eu não senti aquele Tchan rsrs... não tive um imprinting kkk...
    Mas mesmo assim adorei sua resenha, sempre completa, simples e esclarecedora, parabéns.

    ResponderExcluir
  22. É a primeira resenha que leio do livro e não me fez ficar querendo ele não. Leria se ganhasse de presente e não soubesse o que ler, mas só.

    Gislaine

    ResponderExcluir