terça-feira, fevereiro 28, 2012

Resenha + Promoção: Um Mundo Brilhante

. .


Um Mundo Brilhante
Autora: T. Greenwood
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336
Link no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/215578

E juntos estamos lançando uma promoção para o kit do livro! É só dar uma olhada lá no fim do post.

Sinopse: Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato. Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática. Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu. Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.

Resenha: Quando soube que iria receber o livro resolvi conferir a sinopse para ver sobre o que se tratava. Fiquei com a impressão de que o livro seria voltado para o assassinato do menino que ele encontra na frente de casa (Ricky), porém esse fato acaba se tornando apenas um plano de fundo para a história, que se volta para a vida de Ben e suas (in)decisões sobre suas escolhas. Isso acaba tornando o livro, que eu imaginava ser suspense, em romance.


Ben é noivo de Sara há seis anos e leva uma vida que considera mediana. Sua paixão pela noiva já não é mais a mesma, assim como seu trabalho como professor - além disso, ele trabalha como barman à noite, coisa que lhe dá bem mais prazer em fazer. Ele começa a questionar isso no momento em que conhece a irmã de Ricky, Shadi, uma indígena pela qual ele se apaixona de forma instantânea.


Ben muitas vezes fala de Sara como sendo uma menina mimada, que sempre teve o que conseguiu. Para mim, ele sempre foi o único personagem mimado (e fraco) da história, que só começa a pensar em mudar sua vida no momento em que encontra um "porto seguro", que é Shadi. Antes disso, nem se nota muitas reclamações em sua vida, antes disso ele não parecia querer jogar tudo para o alto e tentar ser feliz. Achei Ben um personagem fraco (no sentido de personalidade), e fiquei com a impressão de que era essa mesma a ideia da autora.
"Há muito tempo, tudo estava inteiro. Ben se lembrava daquela época como se ela pertencesse a algum outro Ben. Um Ben feliz, sorridente e distante. Uma vida parecida com um filme de Super 8 tremeluzente, projetado em um lençol estendido na parede de um porão" (Pág. 29)
O livro é dividido em cinco "mundos", que representam o momento da vida de Ben (mas confesso que nem sempre senti a ligação). São eles: Mundo Vermelho, Mundo Azul, Mundo Amarelo, Mundo Preto e Branco e (claro) Mundo Brilhante. Os capítulos são curtos (a maioria não chega a cinco páginas), o que faz com que a leitura flua rapidamente. A escrita de T. Greenwood é simples, sem muita enrolação ou palavras rebuscadas.


A história chegou a me surpreender em alguns pontos, e tomou alguns rumos que eu não esperava. Para quem gosta de um livro mais reflexivo, ou até mesmo de um romance não tão açucarado, é uma boa leitura!


Não posso terminar a resenha sem mencionar a minha paixão pela capa do livro! Ou melhor, por aqueles brilhos da capa. Nota 10 para quem teve a ideia. Eu, apaixonada por esmaltes, na hora já fiquei pensando em uma combinação de preto com holográfico que desse aquele resultado. Enfim, fiquei brincando horas e horas com a capa no sol para ver se pegava um ângulo melhor dos brilhos - e não consegui. 




Não apareceu como eles ficam coloridinhos no sol, mas acho que tem como ter uma ideia!


Promoção
E agora tem promoção! Quem quiser concorrer ao kit de "Um mundo brilhante" (livro, marcador, capa de chuva e caixinha personalizada), é só preencher os passos abaixo. O sorteio será feito através do Rafflecopter. Não conhece o Rafflecopter? Dá uma lida no tutorial feito pelo iCultGen, que explica direitinho. Mas qualquer dúvida é só deixar um comentário ou enviar um email para gavetaabandonada@gmail.com

a Rafflecopter giveaway
O sorteio será feito dia 23/03, meu niver!
Boa sorte!!

13 comentários:

  1. Quero muito ler esse livro *-*
    Adorei a resenha!
    A capa pelo computador já pe bonita, imagine "pessoalmente" hahahahahahahahhahaa

    Participando da promo \o/

    Beatriz Ramos - @letrasefolhas
    http://www.letrasefolhas.com

    ResponderExcluir
  2. Participando =D
    Nossa a estória parece muito boa! Esse tipo de livro é o meu 2º preferido, só perde para mistérios XD
    Adorei a resenha ;)
    Beijos, Ana - Chiado Carioca

    ResponderExcluir
  3. Confesso que gosto de livros mais sérios,não tão açucarados!A resenha está concisa e muito bem escrita,sem rodeios.Gosto de livros reflexivos também.Vou ler com certeza.

    Fabianne

    ResponderExcluir
  4. Vamos ver se consigo ganhar esse livro pra matar a vontade de lê-lo que essa resenha me deu.

    Jhonny - J.S.

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma raiva de homem assim: "Acomodado".
    Ta infeliz com a namorada, mas enquanto não aparece "nada melhor" continua cozinhando a menina....

    Já não gostei desse Ben!!!
    Acho que a história não deveria ter fugido da investigação do assassinato pra virar romance!!!

    Pena...
    Talvez depois de ler o livro eu mude de idéia não é!?

    @AnnyPlata

    ResponderExcluir
  6. Esse livro deve ser maravilhoso,
    adorei a resenha,

    ResponderExcluir
  7. Esse parece ser um livro bem realista,mas não muito água com açúcar.O Ben é infelizmente o tipo de homem que mais existe.

    Marianna Santos

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto de leitura mais reflexiva rsrsrs... sua resenha me deixou mais interessada pelo livro!

    ResponderExcluir
  9. Gostei muita da Resenha !
    Estou curiosa para ler esse livro.

    ResponderExcluir
  10. Superrrrrrrrrrrrrr particpando. Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  11. Devo confessar que o que me seduziu no livro primeiramente foi a capa mas depois que li a sinopse a algumas resenhas (incluindo esta) fiquei com mais vontade ainda de ler o livro.

    ResponderExcluir