terça-feira, fevereiro 07, 2012

Resenha: Anna e o Beijo Francês

. .



Anna e o Beijo Francês
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Sinopse: Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer? 

Resenha: Anna é uma menina dos Estados Unidos que adora a sua vida, e é fascinada por cinema. No último ano de colégio, Anna é enviada para um colégio na França – coisa que seu pai decide que será melhor para ela. Com isso ela teve que deixar para trás sua melhor amiga Bridgette e seu paquera, Toph.

Anna não fala uma palavra em francês e fica com receio de não fazer novos amigos. Mas lá acaba conhecendo Meredith e sua turma – que inclui um menino lindo pelo qual todas as meninas tem uma queda:  St. Clair. Ele só tem um defeito: tem namorada.
Falando assim talvez o livro pareça um pouco juvenil – e é – mas é um livro tão gostoso de ler que é impossível largar. Não traz temas polêmicos ou novos, mas é escrito de uma forma leve e engraçada. É um ótimo livro para quem está afim de uma história para passar o tempo, se distrair.
Não tinha idéia sobre o que era a história até que comecei a ler - e quando vi que era sobre colégio até fiquei um pouco com o pé atrás. Porém o livro foi me prendendo e quando vi já tinha terminado! Fiquei torcendo por Anna desde o início do livro. E St. Clair é aquele menino meio perfeito que não tem como não se apaixonar – inteligente, bonito, gente fina e com alguns medos.  Adorei a história, a leveza dos personagens e poder conhecer, ainda que pelo fundo, um pouco sobre Paris. Pelo menos uma curiosidade citada no livro sobre a igreja de Notre Dame acho que será novidade para muitos.
Outra parte interessante do livro é quando Anna fala do pai: um escritor de bestsellers muito conhecido nos Estados Unidos, famoso pelos seus livros que tem final triste – geralmente marcado por muito sofrimento dos personagens que descobrem que tem alguma doença, como câncer. Lembram de alguém assim?
A capa do livro é muito bonitinha, e o título em relevo dá um charme especial. Para quem gosta de leituras leves, tranqüilas, esse livro é super indicado!

3 comentários:

  1. Tami, eu acho que não leria o livro por ter muito clichê...

    ResponderExcluir
  2. Serio preciso muito ler este livro!AMO um romance com uma pitada de cenas hilariantes.E agora lendo sua resenha,fico cada vez mais com aguá na boca.Sabe nunca consigo deixar minha menor,pois sempre estou adicionando cada vez mais livros.E por sua causa acabei de adicionar mais um(hahahaha).

    A resenha esta excelente!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir