quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Para quê serve?

. .


Esses dias estava em um parque, esperando para tomar um suco. Uma conversa  - nada discreta - entre um dos seguranças e algumas pessoas em volta me chamou a atenção.


O segurança estava falando sobre alguns meninos que vem até o parque e ficam escondidos no meio do mato para ficar "soltando pipa" e vender "pedra" (crack, cocaína ou maconha, mesmo essa última não sendo pedra? Sei lá a que droga ele se referia ao exato - se é que ele mesmo sabe). Meio rindo, contou que sempre passam e a gurizada sai correndo.


Depois, com o ar de mais entendido que pode juntar, concluiu: "é melhor que eles fiquem lá do que a gente pegue eles e depois eles voltem roubando os carros (obs: o local tem estacionamento pago). Assim só quem quer vai até eles, compram e eles não ficam atrapalhando mais ninguém".


Vamos situar essa história. Para entrar de carro nesse lugar, precisa pagar. Porém é um parque muito grande, impossível de ser cercado, e as pessoas tem acesso a ele por qualquer canto (indo a pé não precisa pagar). Realmente, deve ser difícil fazer uma segurança forte num lugar assim. Ao mesmo tempo, também não é nada complicado passear no parque e sentir livremente o cheiro de maconha em alguns pontos (o que leva a crer que seja maconha mesmo que esteja sendo vendida). Assim como, aparentemente, também é muito fácil encontrar onde estão vendendo "alguma coisa".




É essa então a segurança que temos? Ficar a mercê de alguns traficantezinhos porque nem esses uma segurança tem coragem de enfrentar, com medo de coisas piores? Nem entro no mérito de que tipo de droga estavam vendendo de verdade. Talvez a maioria ficasse bem mais alarmado se realmente se confirmasse que era algo mais forte do que "só" maconha. Mas vale lembrar que ela é uma droga proibida assim como as outras, e nesse caso a segurança deveria ser a mesma. Isso fica para outro texto.


No mesmo dia, na hora em que estávamos saindo, um carro passou sem pagar. Não sei se não viu, ou se fez de propósito. Na hora saiu uma moto da segurança atrás do carro.


Comprar droga pode. Não pagar estacionamento não. Então tá.


Comentou? Preencha o formulário do Top Comentarista.

3 comentários:

  1. Para mim seguranças de parque,shopping,banco(posso estar errada) é mera figuração,pois eles só conversam entre si, contam histórias e verificam quem pagou ou não o estacionamento.Fazer a segurança não fazem e quando reclamamos dizem que não podem fazer nada.
    Infelizmente é assim que as coisas ocorrem.

    Fabianne

    ResponderExcluir
  2. Seguranças não podem fazer muita coisa, se eles enfrentarem os traficantes podem se machucar e mal podem se defender, boa parte não tem armas e quando têm não podem usar. Esse caso está acima deles, é caso de polícia.
    As seguranças desses locais não é mais do que tomar conta dos carros para diminuir as chances de não serem roubados, não há muita diferença entre deixar um segurança tomando conta do seu carro e um amigo seu, ambos assustam os ladrões da mesma forma: alguém está olhando, podem ver eles, podem chamar a polícia. Mas não se restringem a guardas de estacionamento, nos bancos, nos shoppings... Seguranças desses locais só dão sensação segurança, porque na prática eles são tão frágeis quanto qualquer um de nós, a culpa não são deles.
    Beijos, Ana - Chiado Carioca

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu fiz outro texto nos comentários kkk

    ResponderExcluir