terça-feira, dezembro 27, 2011

Resenha: Querido John

. .


Informações do livro
Título: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 276
Link no Skoob: 
http://www.skoob.com.br/livro/95748


Resumo
Nicholas Sparks, autor número 1 de best-sellers, traz agora uma história inesquecível de um jovem que tem que tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor.
“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.


Resenha
Você gosta de romances um pouco difíceis onde os mocinhos e mocinhas tem alguns empecilhos pelo caminho, onde as pessoas mudam por causa do amor, e, principalmente, gosta de se emocionar lendo? Então esse livro é para você.



Primeiro livro do "famoso" Sparks que leio. Pela capa e sinopse sempre imaginei que a história tomaria um certo rumo. Quando cheguei na parte da tal "carta", comecei a pensar em outro rumo para a história... e no fim foi algo diferente do que tinha imaginado! Pra mim foi algo bem positivo, me surpreendeu.

Como puderam perceber pela sinopse, é um livro que tem como plano de fundo um pouco da vida dos norte-americanos. Mostram muitas coisas que para a gente são um pouco distantes e sempre parecem de filme: alistamento para guerra, lutar pelo país, os atentados, etc. Savannah também podemos dizer que é uma típica americana, quer ter uma fazenda, estuda fora, nas férias sai para construir casas para os desabrigados... são perfis comuns lá (ao menos são bem mais comuns que aqui). Se os personagens tivessem hábitos mais "mundiais", talvez fosse mais fácil de se identificar com um ou outro.

Duas coisas que são sutilmente abordadas no livro são as doenças de Asperger e o Autismo. Não é nada muito aprofundado, mas não deixa de ser algo interessante. Nunca tinha ouvido falar sobre Asperger, e sei muito pouco (quase nada) sobre Autismo. Infelizmente não dá para comentar muito mais sobre isso sem fazer um belo spoiler. 

Não foi um livro que chorei do início ao fim - aliás sempre tinha ouvido falar que os livros dele eram emocionantes, e fiquei esperando por isso... acabei me emocionando só no final mesmo. 

Enfim, é um romance com cartas um pouco melosas, mocinho meio rebelde que muda quando se apaixona, mocinha que é perfeita mas sabe ser e falar frases mais descoladas de vez enquando... é tudo muito romance perfeitinho  mesmo. E, como um bom Nicholas Sparks, sempre tem uma tragédia ou outra, certo?

Mas não se enganem, eu gostei bastante do livro, fez o meu tipo! Adoro coisas que me emocionam! Para quem gosta do estilo, recomendo.

Um comentário:

  1. Olá!

    Sabe que eu nunca li nenhum livro dele? Gostei do fato de abordar autismo e SA. vou colocar na minha listinha de livros pra ler...

    ResponderExcluir