segunda-feira, setembro 26, 2011

Resenha: O vendedor de armas

. .



Resumo do livro:

"Quando Thomas Lang, ex-militar de elite recebe uma proposta de 100 mil dólares para assassinar um empresário norte-americano, ele decide, imediatamente, alertar a suposta vítima - uma boa ação que não ficará impune.
Em questão de horas Lang terá de se defender com uma estátua de Buda, jogar cartas com bilionários impiedosos e colocar sua vida (entre outras coisas) nas mãos de muitas mulheres fatais, enquanto tenta salvar uma linda moça e impedir um banho de sangue mundial.
Encontramos nesta história muito do que se vê em um episódio de House, o mau espiríto salvador e a réplica assassina de Hugh Laurie, a serviço de uma intriga apaixonante e de um personagem que não será esquecido tão cedo. Um ator que saiba escrever bem é algo raro, mas Hugh Laurie, misturando humor com uma eficacidade hollywoodiana, faz uma entrada talentosa no mundo da literatura."



Resenha:

Eu, assim como vários dos leitores, tive curiosidade de ler esse livro por ser escrito pelo Hugh Laurie, nosso querido House. Então seria impossível começar sem comentar sobre a semelhança do personagem House e a escrita do Hugh Laurie. Mesmo o livro tendo sido escrito em 1996 (só chegando ao Brasil muitos anos depois), a ironia do House já está ali, mesmo anos antes do personagem existir.


O livro tem várias tiradas e ironias ótimas, tornando impossível não rir em várias horas - mesmo que as vezes essas ironias sejam usadas exageradamente.
Tive um intervalo no meio desse livro, e acabei passando algumas semanas sem ler, o que me fez esquecer um pouco quem era quem. Não ajuda muito o fato do personagem principal (Thomas Lang) usar nomes diferentes ao longo do livro. Muitos personagens, muitas reviravoltas, algumas partes que te deixam confuso, mas é isso que torna o livro interessante.

Como o título já diz, o romance gira em torno da questão da venda de armas, seus bastidores, motivações e intrigas. Ficção com um toque de realidade (será?). O resto da história, acho que o resumo do livro pode contar. Falar mais do que é dito ali poderia estragar as surpresas que o livro traz.

Avaliação: 4/5

0 comentários:

Postar um comentário